Siga-nos

Vida e Saúde

Saiba por onde começar a ter hábitos saudáveis

A correria do dia a dia é um dos fatores responsáveis pela negligência à boa saúde, à qual muitas pessoas renunciam e nem percebem. Por isso, começar a ter hábitos saudáveis é a melhor forma de colocar corpo e mente em total equilíbrio…

Publicado

em

Hábitos Saudáveis

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Freepik

Não é uma tarefa muito fácil, pois essa conduta é adquirida em um longo processo no qual é necessário, primeiramente, ter a consciência de adquirir uma boa reeducação alimentar unida à prática de exercícios físicos.

No entanto, todos podem alcançá-la, seja por meio de esforço próprio ou, se necessário, por meio de um profissional experiente que o acompanhe medicamente.

As fotos publicitárias de alimentos, às vezes, levam uma grande parte das pessoas a não prestarem atenção nos alimentos verdadeiramente saudáveis; a dispensa a estes, por sua vez, faz as pessoas recorrerem a alimentos danosos à saúde.

São muitas as tentações encontradas nos supermercados, como salgadinhos gordurosos e doces artificiais nada saudáveis, produzidos com ingredientes nocivos, dos quais nunca se tem informações dos malefícios ou dos benefícios.

Inclusive, muitas doenças são provocadas pelo consumo desmedido de comidas que são solicitadas em uma empresa de entrega de alimentos, onde o indivíduo não tem a noção exata de como são preparados e quais ingredientes são usados.

O consumo desenfreado de fast-food já é um hábito entre as pessoas, e ele faz com que elas não se preocupem muito com a qualidade daquilo que estão ingerindo.

O desequilíbrio na pressão arterial, por exemplo, é um dos problemas frequentes que são provenientes da ingestão descomedida de fast-food.

Outro hábito bastante frequente é a ingestão imprudente de comida pronta de microondas, bem mais prática, pois as mesmas já vêm preparadas, muitas vezes, na quantidade necessária para uma refeição rápida que nem sempre é tão saudável

Por onde começar a ter hábitos saudáveis?

Ser saudável não é apenas ostentar um corpo são e livre de doenças. Esse estado vai muito além desse conceito.

O bem-estar físico, mental, psicológico e social de uma pessoa é uma condição essencial para a melhoria da sua produtividade.

Por essa razão, a recusa a hábitos considerados negativos, e que nada lhe agregam, torna a vida do indivíduo mais feliz e satisfatória.

Os cuidados com a saúde devem ser mantidos ao longo da vida, desde a infância até a velhice, para evitar o surgimento de doenças físicas e psíquicas.

Portanto, é necessário adquirir hábitos saudáveis e eles podem começar a ser obtidos das seguintes formas: 

  • Praticando exercícios físicos regularmente;
  • Fazendo alongamento ao longo do dia;
  • Tomando banhos gelados quando possível;
  • Tendo uma alimentação saudável;
  • Evitando o consumo de junk food e fast food;
  • Evitando o tabagismo;
  • Bebendo bastante água;
  • Dando prioridade à saúde mental;
  • Cultivando laços sociais;
  • Fazendo pausas regulares e programadas no trabalho;
  • Priorizando uma boa noite de sono;
  • Fazendo uma reeducação alimentar.

Os exercícios físicos são muito importantes, porque o corpo necessita de movimento para manter-se saudável.

A movimentação libera endorfina e dopamina, hormônios importantes para sinapses nervosas que produzem sentimentos de satisfação, felicidade, alegria, prazer e bem-estar.

Além disso, a prática de exercícios físicos é essencial porque fortalece os músculos, fortalece o sistema imunológico e proporciona maior resistência corporal.

Eles melhoram a circulação sanguínea e reduzem os riscos de doenças cardiovasculares, prevenindo o infarto.

Eles ainda são importantes, também, para diminuir a hipertensão, reduzir os sintomas da depressão, baixando o estresse e a ansiedade, melhorando a qualidade do sono e deixam o corpo mais torneado, podendo inclusive ajudar no emagrecimento.

Os alongamentos auxiliam na flexibilidade muscular e devem ser praticados ao longo do dia, pois trazem maior amplitude aos movimentos das articulações que quanto mais alongadas estiverem mais os músculos estão preparados para se movimentarem.

Eles são essenciais para quem trabalha com computador ou em atividades com movimentos repetitivos, como a produção contínua de caixa para comida delivery por longas horas seguidas.

Os alongamentos ainda colaboram na redução das tensões musculares, proporcionam movimentos mais leves, prevenindo lesões e preparam o físico para os exercícios, aquecendo-o.

Tomar banhos gelados quando possível traz muitos benefícios ao corpo, como a melhoria na circulação sanguínea, a estimulação do sistema imunológico e a redução nos sintomas da depressão.

Habituar-se a refeições balanceadas auxilia no aumento da qualidade de vida e faz com que o indivíduo tenha energia o suficiente para realizar suas atividades do dia a dia. 

Portanto, elas devem conter alimentos à base de farinha (sem exageros), cereais e tubérculos e raízes, como o inhame e o aipim.

Os carboidratos são importantes na alimentação, pois são transformados em glicose, fornecendo energia ao corpo, mas o seu excesso deve ser evitado, porque a glicose é armazenada em forma de gordura no tecido adiposo.

É recomendável evitar o consumo de junk foods, pois são alimentos calóricos, com baixo índice de proteínas, vitaminas e sais minerais, com alto teor de gorduras trans, sal, açúcares, colesterol e corantes, encontrados nos alimentos industrializados.

É o mesmo caso do fast-food, que apresenta poucos nutrientes e grande quantidade de gorduras, açúcar e sal. Ele é muito utilizado para as pessoas que têm pouco tempo para as suas refeições.

Importantíssimo é beber muita água, pois mantém o corpo hidratado, facilitando o processo de digestão, reduzindo o inchaço, prevenindo a prisão de ventre e também regularizando a temperatura corporal.

O consumo de bastante água garante o bom funcionamento dos rins, diminui as cãibras e ativa a circulação do sangue. Sua falta provoca pedras nos rins, falta de memória, resseca a pele e causa desidratação.

O hábito de fumar deve ser evitado, porque ao longo do tempo compromete a capacidade respiratória, contribui para doenças como asma, bronquite, câncer de pulmão e problemas cardiovasculares.

É muito importante, também, cuidar da saúde mental, tanto quanto da física. Habituar-se a ter pensamentos positivos colabora muito mas, praticar atividades relaxantes como pilates ou ioga, ajudam a manter o equilíbrio da mente.

A psicoterapia, também, ajuda o indivíduo a lidar com seus problemas emocionais, equilibrá-los, como também controlar suas ações. Esse tipo de terapia deve ser acompanhado de um profissional da área, que consegue fornecer apoio psicológico.

Estar e se sentir sozinho não é nada saudável. Portanto, é imprescindível fortalecer os laços sociais, estabelecer vínculos afetivos mais próximos aos familiares e amigos e manter, com eles, um contato ativo e frequente.

Eles podem oferecer ao indivíduo o suporte necessário, quando for preciso e ainda poderão compartilhar bons momentos. Então, é só pedir uma cesta de frutas delivery e desfrutar, junto deles, um piquenique em um dia ensolarado, por exemplo.

Excesso de trabalho provoca estresse e estafa mental. Portanto, ao realizar suas atividades em um local com pouca qualidade de vida, cuja chefia tende a pressionar, fazer pausas regulares e programadas é uma forma de estabilizar o psicológico.

A boa qualidade do sono torna a vida mais saudável e, para isso, adquira o hábito saudável de não levar o celular para a cama, desligar a televisão, não ingerir cafeína e chocolate antes de ir dormir.

Dicas para a reeducação alimentar

A reeducação alimentar faz parte dos hábitos saudáveis que toda pessoa precisa ter, para manter a qualidade de vida e tornar seus dias mais produtivos e felizes.

Abaixo, seguem algumas dicas para realizar uma boa reeducação alimentar, que deve praticada desde a mais tenra idade, para evitar sérios problemas de saúde no futuro. Algumas dessas dicas são:

  • Reduzir alimentos industrializados;
  • Incluir alimentos naturais no cardápio;
  • Evitar longos períodos em jejum;
  • Fazer refeições a cada três horas;
  • Consumir cereais integrais;
  • Não pular as refeições;
  • Mastigar bem;
  • Aprender receitas de comidas saudáveis.

Os alimentos industriais podem ser prejudiciais à saúde, pois eles contêm corantes, aromatizantes, conservantes, gordura hidrogenada e produtos que realçam o sabor.

Por isso eles devem ser reduzidos do cardápio de alimentação. Opte, na maioria das vezes, por alimentos naturais, como frutas, legumes, verduras, ovos, carne branca, raízes, tubérculos e leite.

Procure comprar frutas secas atacado, pois elas são muito saudáveis e saem muito mais baratas, visto que podem ser adquiridas em uma quantidade maior. Porém, é bom prestar atenção na data de validade, pois podem estar estragadas.

Longos períodos sem alimentação podem deixar o corpo enfraquecido e não ajudam a perder peso, como pensam algumas pessoas.

Portanto, é recomendável alimentar-se de 3 em 3 horas, consumindo por exemplo, barrinhas de cereais, que são muito nutritivas e mantêm o estômago cheio antes do almoço ou jantar.

Se a pessoa fizer sete refeições por dia, isso vai impedi-la de comer “besteiras” o tempo todo, evitando o ganho de peso e aquele pão de queijo congelado para revenda, pode ser substituído por um prato que contenha arroz integral, por exemplo.

Não é recomendável pular as refeições, porque a falta de uma delas pode ocasionar, em um momento posterior, um consumo desenfreado e desarranjado de quaisquer tipos de alimentos. Esse hábito é conhecido popular e medicamente como compulsão alimentar.

Durante as refeições os alimentos devem ser muito bem mastigados, porque a mastigação facilita o funcionamento do sistema digestivo.

E evita, também, a vontade de comer diversas vezes alimentos como salgados assados congelados para lanchonete.

A reeducação alimentar também pode ser conseguida por meio da produção das próprias refeições. Dessa forma, é muito mais fácil substituir os alimentos industrializados.

Considerações finais

Adquirir hábitos saudáveis torna a vida da pessoa mais longeva, principalmente se os exercícios físicos estiverem incluídos em sua rotina de atividades.

Diante de qualquer dificuldade, existem profissionais que auxiliam tanto em uma reeducação alimentar, como em processos terapêuticos que podem equilibrar a mente e os estados psicológicos. 

Por isso, em caso de necessidade, recorrer aos médicos, especialistas e profissionais da saúde pode ser imprescindível.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Fala Barreiras