Siga-nos

Agro

Como o agronegócio se beneficia com a energia solar

Atualmente, o Brasil conta com mais de 64 mil sistemas de energia solar rural instalados, totalizando mais de 1,2 gigawatt (GW) de potência instalada…

Publicado

em

Energia Solar

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Reprodução Fator Solar

A energia solar oferece diversas vantagens para o setor do agronegócio. A partir da geração de energia pela captação da luz do sol, os produtores não permanecem dependentes da rede da distribuidora, já que os custos são altos e consomem uma boa parte do investimento de produção. Além disso, a energia solar também pode servir como solução à necessidade de irrigação a partir do bombeamento de água, que gera preocupação em moradores de zonas rurais.

O segmento rural é o terceiro com maior número de conexões e potência instalada, depois das instalações de energia solar fotovoltaica residencial e comercial. Os números crescem muito a cada ano. Em 2020, o país registrava 29.334 sistemas de energia solar rural instalados, número que pulou para 61.294 no final de 2021.

Desde 2012, já foram investidos cerca de R$ 3,4 bilhões em energia solar no agronegócio; e, hoje em dia, o setor rural responde por 13,1% de toda a potência solar distribuída instalada no país. Segundo estimativa da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), até 2050 a geração distribuída pode trazer R$ 140 bilhões em novos investimentos ao país e reduzir em R$ 150 bilhões os custos com as termelétricas.

Com os contínuos aumentos na conta de luz e os ganhos de rentabilidade dos sistemas fotovoltaicos, as expectativas em relação à energia solar rural para os próximos anos são bem altas. O agronegócio tem muito a se beneficiar com a energia solar pois existem vários segmentos e atividades que podem reduzir drasticamente o gasto com a conta de energia elétrica por meio de um sistema fotovoltaico, como a produção leiteira, a avicultura, a irrigação, o bombeamento de água, entre outros.

De acordo com Otoniel Jr. Representante Comercial da Eletrocad em Barreiras, a utilização da energia solar no agronegócio vem em crescente expansão na região devido à crise hídrica que aciona as bandeiras tarifárias elevando a conta de energia elétrica. As linhas de crédito e financiamento também tem possibilitado aos produtores rurais uma oportunidade de investimento, além de uma geração de energia limpa e renovável. Isso possibilita a compra de equipamentos para geração de energia fotovoltaica de forma rápida e prática com taxas de juros acessíveis”. Comenta Otoniel.

A energia solar em agronegócios também é um bom negócio devido às suas aplicações. Existem diversas atividades próprias do ambiente rural que podem se beneficiar muito com a ajuda de um sistema solar, por exemplo:

Irrigação

A irrigação é essencial para a agricultura e feita por meio de pivôs que precisam de energia elétrica em bastante quantidade para funcionar. A irrigação precisa ser constante, bem-planejada e com horários específicos.

Proteção

Cercas elétricas para proteção do gado também demandam energia elétrica.

Iluminação

Os campos precisam estar bem iluminados durante a noite. O que seria um bom uso dos créditos energéticos, caso o sistema seja on grid, ou da energia armazenada em baterias, para sistemas off grid.

Ordenha

Em grandes fazendas, a ordenha é feita por uma ordenhadeira mecânica. Uma máquina movida a energia elétrica e que poderia se beneficiar de um sistema solar.

Refrigeração

São necessários grandes refrigeradores para garantir a qualidade dos alimentos produzidos. Para isso, uma boa quantidade de energia elétrica é necessária.

Redução dos custos

O primeiro motivo que faz qualquer um cogitar energia solar: a economia que ela traz. As despesas com energia elétrica irão cair de forma surpreendente com a instalação de um sistema solar fotovoltaico rural. Os custos com energia podem ser reduzidos em até 95%, sendo paga apenas a taxa pela ligação com a distribuidora.

Imunidade contra a inflação energética

A conta de energia elétrica costuma aumentar constantemente. Na área rural, isso pode ser ainda pior, ultrapassando o valor da inflação. A solução para isso é a instalação de sistemas solares, com isso a conta de energia se mantém baixa e estável, e você não precisa lidar com aumentos inflacionários.

Rápido retorno do investimento (payback)

O retorno do investimento é muito rápido. Entre 4 e 7 anos o valor investido retorna em forma de economia com energia.

Longa vida útil

Um sistema fotovoltaico tem vida útil de no mínimo 25 anos.

Pouca manutenção

A necessidade de manutenção é mínima. A limpeza dos painéis solares pode ser feita pela própria chuva.

Sustentabilidade e marketing verde

Hoje em dia, soluções ambientalmente corretas são um ótimo ponto a favor de negócios e empresas. Um sistema fotovoltaico é uma solução que não emite poluentes e uma ótima notícia para investidores ou clientes em potencial.

Energia Solar
Foto: Reprodução Sunwise

Linhas de financiamento

Existem diversas linhas de financiamento especializadas em projetos de energia fotovoltaica, o que torna o investimento ainda mais interessante. Muitos bancos oferecem linhas de crédito exclusivas para esse fim, visto que, sendo uma energia limpa, é um projeto que beneficia a todos.

Deste modo, conclui-se que a energia solar no agronegócio pode ser extremamente vantajosa para o produtor rural da região.

Fazendas de pequeno a grande porte estão espalhadas por toda a Região Oeste da Bahia e as propriedades que têm acesso à rede elétrica, gastam muito com a conta de luz por causa de seus processos de produção. Já aquelas cujo local ainda nem têm esse recurso, sentem falta dele.

Sendo assim, torna-se necessária a busca por meios que vão solucionar esses problemas, agregando economia e facilidade na geração de energia. A energia solar é uma das alternativas mais promissoras. Afinal, não é novidade que o uso de soluções tecnológicas no agronegócio proporciona qualidade e segurança com a possibilidade de aumento da produtividade e estímulo ao crescimento.

Fala Barreiras