Siga-nos

Tecnologia

Pesquisa de Satisfação da Anatel contará com dois novos indicadores

A partir de 2022, os novos indicadores começaram a ser divulgados junto com o Relatório Anual da agência…

Publicado

em

Telecomunicação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta quarta-feira, 24, que a partir do ano que vem começará a monitorar a satisfação dos usuários dos serviços de telefonia móvel e internet residencial fixa com mais dois novos indicadores.

Os dois indicadores já estavam previstos na segunda atualização do Plano Estratégico da Anatel 2015-2024, aprovado pelo Conselho Diretor da agência neste mês de junho. O novo método manterá a periodicidade anual, com a primeira divulgação já prevista para o primeiro trimestre de 2022.

Para a telefonia móvel, o índice usado pela Anatel englobará tanto o serviço pré-pago quanto o pós-pago (com os planos controle inclusos neste segundo). A ideia da agência é avaliar a satisfação dos usuários não apenas quanto ao funcionamento dos dados móveis, mas levar também em consideração a qualidade das chamadas, do atendimento, cobranças e outros. O objetivo é entender melhor a experiência dos consumidores e melhorar as práticas que já vem sendo adotadas pelas operadoras no que diz respeito ao relacionamento com os clientes.

Já no caso da internet banda larga, a Anatel quer começar a monitorar também as redes das coberturas das redes fibra nos municípios, as velocidades médias da banda larga fixa disponível, acesso da banda larga em áreas rurais, densidade da banda larga e concentração da oferta da banda larga.

A Anatel tem como meta, por exemplo, alcançar 4883 municípios com backhaul de fibra óptica até o ano de 2023, com velocidade média de 150 Mpbs. Em 2019, os registros da agência apontavam que 4.012 já estavam dentro da cobertura e atingiam a velocidade média de 45 Mpbs. Também em 2019, a banda larga móvel alcançava 90,11% da população coberta, a meta da Anatel é chegar até 91,46% até 2023.

Para acompanhar o desempenho das redes móveis e dos serviços de internet banda larga, como o Vivo Fibra e Claro Internet, por exemplo, a Anatel fechou acordos com as empresas OpenSignal, Bwtech e Ookla Speedtes, que através de teste de velocidade conseguem ter uma ideia das velocidades médias atingidas em todas as regiões do Brasil. Os acordos foram fechados em março de 2020.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 20
Falabarreiras Notícias 42
Falabarreiras Notícias 43

Barreiras Notícias - Fala Barreiras