Siga-nos

Sem categoria

Volume de barragem no semiárido aumenta com uso de tecnologia inédita no Brasil

Publicado

em

Secom Bahia | Fotos: Elói Corrêa/GOVBA

01Responsável pelo abastecimento de água dos municípios de Miguel Calmon, Mundo Novo e Piritiba, no centro-norte da Bahia, a Barragem do França teve a capacidade de armazenamento ampliada em 30%, graças à implantação de nove módulos de fusegates. A tecnologia, inédita no Brasil, recebeu investimento de R$ 2.180.405 do Governo do Estado e beneficia cerca de 100 mil pessoas da região.

A execução do projeto ficou sob responsabilidade da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), empresa vinculada à Secretaria do Meio Ambiente (Sema), que presta manutenção e opera as principais barragens da Bahia. Segundo o diretor de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Cerb, Godofredo Correia Lima Júnior, as características locais e o custo-benefício foram decisivos na escolha da região para a instalação dos fusegates.

“Essa tecnologia é francesa e permite guardar a água por um período maior. Como a região semiárida é muito carente de água, essa tecnologia foi escolhida por ser a que melhor se adequava a este tipo de barragem. A estrutura permitiu o aumento no volume de água, com um investimento muito pequeno em relação ao custo de construir uma nova barragem”, explica.

A Barragem do França, localizada no povoado de mesmo nome, está situada no Rio Jacuípe. Construída em 1995, ela ocupa atualmente uma área de 573 hectares e alcança a profundidade de 25 metros. Com a nova tecnologia, o volume de água acumulada passou de 24 milhões para 32 milhões de metros cúbicos.

02 03 04

Osmar Ribeiro

Fala Barreiras