Siga-nos

Covid-19

Rui Costa lembra que a população precisa colaborar para reduzir os casos de COVID-19 na Região Oeste

Durante coletiva de imprensa, o Governador da Bahia, Rui Costa, comentou com jornalistas sobre a situação da COVID-19 no Oeste do Estado.

Publicado

em

Nessa sexta-feira (21), o Governador da Bahia, Rui Costa, concedeu uma coletiva de imprensa

para conversar com os jornalistas da Região Oeste sobre a situação da COVID-19 nessa parte do estado.

Durante a reunião, foram abordados vários temas que tem gerado dúvidas na população do Oeste Baiano. Um desses questionamentos, realizado pelo editor do Fala Barreiras, Osmar Ribeiro, diz respeito a eficácia das medidas restritivas na região, bem como se não é necessário aplicar medidas mais duras por mais tempo.

Confira alguns dos principais pontos dessa entrevista abaixo.

Todos precisam colaborar

O Governador da Bahia lembrou que, se as pessoas não colaborarem, será difícil reverter a situação grave na qual a Região Oeste se encontra no momento.

“Se cada um for para sua zona de conforto e disser ‘eu não tenho nada a ver com isso, eu não gero aglomeração, meu comércio é pequenininho’ e ninguém der a sua contribuição, nós não vamos resolver o problema. Vai continuar morrendo gente, vai explodir o número de casos e nós vamos ter a tragédia de vivenciar pessoas morrendo sem a devida assistência. Em todos os países do mundo, sem exceção, enquanto não se vacinou as pessoas, a única medida eficaz é garantir o distanciamento das pessoas para diminuir a contaminação”, afirmou o Governador.

Rui Costa também explicou porque não adotou o lockdown completo, como ocorreu em outros países, para amenizar a situação grave pela qual a região está passando. Durante esse lockdown completo, ocorre o fechamento total do comércio, ou seja, nem mesmo os serviços essenciais, como bancos e supermercados, podem funcionar.

Porém, de acordo com o Governador, esse fechamento completo teria um impacto econômico e social intenso, uma vez que muitas pessoas, especialmente aquelas de baixa renda, dependem da venda de seu produtos ou do saque de benefícios sociais para sobreviver.

Por isso, é melhor fechar alguns dias nesse sistema implementado no último decreto, ou seja, com serviços essenciais funcionando, e depois retornar ao trabalho.

Rui Costa pede ajuda à população

Rui Costa lembra que a população também precisa colaborar para reduzir os casos de COVID-19 na Região Oeste
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O Governador reconhece que as medidas aplicadas no momento ainda não são suficientes para frear o contágio na Região Oeste, tendo em vista que o número de mortos e casos de COVID-19 ainda continuam altos.

“Não adianta o governador e o prefeito restringir a circulação de pessoas para diminuir a contaminação se todo mundo fugir pra sítio, pra roça, pra fazenda, pra fazer festa, fazer paredão e juntar dezenas de pessoas como se fosse um feriadão prolongado. Aí não resolve nada. Nós vamos continuar com a contaminação e vamos continuar com o número de mortes”, ressaltou o Governador.

Diante dessa situação, Rui Costa lembra que sem o apoio e a colaboração da população, inclusive para denunciar aglomerações, os números de COVID-19 na Região Oeste não vão diminuir.

“Nos ajude a denunciar para que a polícia acabe com essas festas clandestinas, esses paredões (…) É preciso que a sociedade tenha consciência de que não adianta o prefeito desejar, tomar as medidas, não adiante o governador desejar, tomar as medidas, se a população não ajudar”, destacou o gestor.

Para conferir o que o governador disse na íntegra, confira a entrevista através do link abaixo.

COLETIVA DE IMPRENSA RUI COSTA

Rui Costa lembra que a população também precisa colaborar para reduzir os casos de COVID-19 na Região Oeste

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 20
Falabarreiras Notícias 42
Falabarreiras Notícias 43

Barreiras Notícias - Fala Barreiras