Siga-nos

Meio Ambiente

Peixamento Renova Vida no São Francisco

Peixamento na Festa de Bom Jesus dos Navegantes revitaliza rio São Francisco com 50 mil alevinos

Publicado

em

Peixamento

Em uma ação que une tradição e sustentabilidade ambiental, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) realizou um significativo Peixamento na última edição da Festa de Bom Jesus dos Navegantes. Este evento simbólico, parte integrante do folclore e da fé local, ganhou um novo significado com a inserção de 50 mil alevinos no trecho do Médio São Francisco baiano.

Um Rio de Vida e Tradição

Durante a festa, que ocorreu em Barrinha, município de Bom Jesus da Lapa (BA), a comunidade e os visitantes se reuniram não apenas para celebrar, mas também para testemunhar e participar do Peixamento. O projeto introduziu 35 mil alevinos da espécie curimatã e 15 mil alevinos de pacamã, espécies nativas da bacia hidrográfica do São Francisco, revitalizando o rio e apoiando a economia local baseada na pesca.

Noemio Rodrigues Pereira, um pescador local, expressou seu entusiasmo com a iniciativa: “Para nós que vivemos do rio São Francisco, esse Peixamento é muito importante. Teremos uma grande produção para toda a comunidade. Todos os anos, a Codevasf vem dar esse apoio ao nosso rio e aos pescadores”, celebrou.

Conscientização e Educação Ambiental

O Peixamento não é apenas uma medida para aumentar a quantidade de peixes no rio, mas também uma poderosa ferramenta de educação ambiental. Padre Roque Silva, reitor do Santuário do Bom Jesus da Lapa, destacou a importância do evento na conscientização sobre a preservação do rio São Francisco e o respeito à piracema, período de reprodução dos peixes.

Dyego Freire, engenheiro de pesca da Codevasf, acompanhou o Peixamento e enfatizou os objetivos dessa iniciativa. “Os Peixamentos realizados pela Companhia são fundamentais para a recomposição da ictiofauna e atuam como ação de revitalização da bacia hidrográfica, recuperando o meio ambiente atingido pela ação do ser humano”, explicou.

Os alevinos, produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Xique-Xique, são fruto de pesquisas e tecnologia avançada, garantindo a continuidade das espécies nativas e o futuro da pesca na região.

Peixamento
Peixamento na Festa de Bom Jesus dos Navegantes: Codevasf libera 50 mil alevinos no rio São Francisco, renovando a vida e a tradição na região do Médio São Francisco baiano | Foto: Divulgação/Codevasf

O Peixamento na Festa de Bom Jesus dos Navegantes representa uma ponte entre a fé, a cultura e a sustentabilidade ambiental. Através dessa iniciativa, a Codevasf reafirma seu compromisso com a vida e a prosperidade do rio São Francisco, trazendo não apenas alegria e celebração, mas também esperança e renovação para as comunidades ribeirinhas.

Clique aqui e fique por dentro das novidades! Siga o Canal do Portal Falabarreiras no WhatsApp e receba atualizações exclusivas diretamente no seu celular. Não perca essa conexão!

Osmar Ribeiro

Fala Barreiras