Siga-nos

Construção Civil

Energia solar: como implantar na sua casa?

Considerada como fonte de energia limpa por não provocar poluentes nocivos à saúde e ao meio ambiente…

Publicado

em

Energia Solar

A energia solar funciona através de painéis solares instalados que captam a luz do sol | Foto: Freepik

Energia solar, resumidamente, é a energia proveniente da luz e do calor do sol. Ela é uma fonte alternativa e sustentável e pode ser utilizada tanto para geração de eletricidade quanto para o aquecimento de água.

Ela pode ser utilizada de forma fotovoltaica ou térmica e pode ser considerada como uma fonte de energia limpa por não provocar poluentes nocivos à saúde e ao meio ambiente.

Limpa, renovável e sustentável, a energia solar tem um potencial enorme e ganha cada vez mais espaço na matriz energética do Brasil.

Para esclarecimento ao leitor os sistemas de energia solar fotovoltaica são obtidos por meio da conversão direta da luz solar em eletricidade. Para esse processo é necessário o uso de uma célula fotovoltaica, um dispositivo semicondutor.

Outro esclarecimento é o termo heliotérmica ou energia termossolar, consiste na geração de energia elétrica, vinda dos raios solares de forma indireta.

Sendo assim, o calor do sol é captado e armazenado, para depois ser transformado em energia solar mecânica e no final em eletricidade.

A colocação de vidro espelhado residencial pode utilizar a tecnologia fotovoltaica, por exemplo, permitindo a geração elétrica através de células solares transparentes em seu interior.

Como funciona a energia solar?

A energia solar funciona através de painéis solares instalados que captam a luz do sol para gerar energia que é levada até o inversor solar, responsável por fazer a conversão em energia elétrica com as características da rede elétrica. 

Sendo dessa forma, não é necessário que o dia esteja limpo e com muito sol para que o sistema solar fotovoltaico opere e gere energia solar. 

Nos dias mais nublados as placas solares também produzem energia, mas em intensidade bem menor.

O suporte fixação painel solar quando instalado corretamente garante segurança contra a ação de ventos ou tempestades. 

Isso não impede a captação dos raios solares para a transformação em energia, pois obviamente o dia não está limpo.

Quais os tipos de energia solar?

Sendo três tipos de energia solar e o funcionamento de cada uma delas, a energia solar fotovoltaica, energia fototérmica ou de aquecimento solar, e a energia heliotérmica.

Sendo assim, a energia fotovoltaica é econômica, segura e de fácil instalação. Pode reduzir o custo com energia elétrica em até 95%, gerando grande economia financeira e é a mais comum encontrada em residências e comércios.

Portanto, a captação e geração de energia dependem dos seguintes fatores:

  • Instalação de placas solares confeccionadas em materiais semicondutores;
  • Instalação de inversores solares ou de frequência;
  • Formação de corrente elétrica através desses inversores;
  • Correta instalação da estrutura de fixação no telhado ou chão;
  • Instalação de cabos e conectores para o funcionamento do sistema. 

As placas fotovoltaicas podem ou não ter uma bateria acoplada, com a finalidade de armazenar a energia solar. São sistemas conhecidos como on grid (tradução literal “na rede”) e off grid (“fora da rede”).

Uma empresa de limpeza e portaria pode, por exemplo, instalar um desses tipos de placas, dependendo do que foi solicitado no projeto inicial. Optando pelo sistema “on grid” a economia de energia e financeira é maior.

O sistema “off grid” por não se conectar à rede e precisar estocar energia por meio de baterias de armazenamento eleva bastante o custo, sem contar o fato da manutenção das baterias, ele é muito menos utilizado.

Sendo assim, a energia fototérmica ou de aquecimento solar em virtude do tipo de captação e conversão da energia solar, minimiza o aumento da conta de luz quando chega os dias mais frios e os banhos quentes são mais frequentes.

Nesse caso, o foco é o aquecimento da água, ele também utiliza painéis solares do tipo coletor solar térmico transferindo a energia térmica da radiação solar para o aquecimento da água mantendo a temperatura até o uso.

Os painéis utilizados são mais escuros, as placas coletoras são fabricadas em alumínio ou cobre, que são ótimos condutores de corrente.

De acordo com a quantidade de água quente utilizada, o tamanho do reservatório e a área para os coletores térmicos tendem a variar. Esse reservatório possui a capacidade de armazenar calor durante a noite ou em dias nublados. 

Vale lembrar que essa tecnologia pode ser usada em casas, comércios, pequenas indústrias e prédios. Porém, sempre surge a dúvida de quanto custa um aquecedor solar.

Os preços são diferenciados, porém, em ambientes residenciais, os custos com a instalação são variáveis. Esses valores não são fixos, porque levam em conta, também, o tamanho do imóvel e o tipo de aquecimento utilizado.

O investimento inicial pode ser um pouco elevado, mas o custo-benefício do aquecedor solar é a principal vantagem. Esse sistema tem vida útil de aproximadamente 20 anos e o investimento pode ser recuperado em um prazo médio de 3 anos.

Sendo assim, se considerar uma instalação do sistema fotovoltaico na residência, pode aproveitar os kits de energia solar disponíveis para venda no mercado. Encontrará em meio aos componentes disponíveis o painel solar para ar condicionado.

Esse painel capta a luz solar e a reverte em energia solar fotovoltaica. Ele é encontrado normalmente nos kits de energia “on grid

”.

Finalizando as explicações dos tipos de energia solar, a energia heliotérmica é um método utilizado apenas em indústrias, por ser mais complexo que os demais. O funcionamento é parecido com uma usina termoelétrica.

Sendo assim, a energia elétrica é gerada através da queima de combustíveis orgânicos como bagaços, gás natural ou carvão vegetal que aquecem grande quantidade de água e geram vapor suficiente para mover as turbinas.

Por esse motivo é que a automação elétrica industrial tem sido muito frequente nos últimos tempos, isso justamente porque determinadas funções dependem de energia elétrica para o funcionamento.

Sendo assim, podemos concluir que ao ser utilizado os combustíveis orgânicos para o funcionamento de turbinas, algumas indústrias aproveitam esse processo de energia heliotérmica para economizarem energia e reduzir os custos, é vantajoso.

Existem vários pontos que fazem valer a pena a instalação de energia solar nas residências. 

Isso não exclui as vantagens de instalação em indústrias, também, porém, o foco será direcionado para as casas. 

Dito isso, alguns que podem ser destacados são:

  • Energia solar não polui, é renovável, limpa e sustentável;
  • É uma alternativa ao uso do petróleo;
  • A energia solar é silenciosa;
  • É uma fonte de energia gratuita;
  • Mínima necessidade de manutenção;
  • É de fácil instalação;
  • Custos baixos de manutenção;
  • Economia de até 95 % da conta de luz;
  • Ocupa pouco espaço;
  • Valoriza o imóvel.

Sendo assim, como descrito anteriormente, os vidros podem utilizar a tecnologia fotovoltaica. 

Portanto, a tela para sacada de apartamento pode, com certeza, ser confeccionada em vidro.

Além de oferecer segurança para quem tem animais ou crianças em casa, evitando quedas, também captam a energia solar para transformá-la em energia elétrica.

Apesar das vantagens serem bem grandes, o leitor também questionará a respeito das desvantagens da energia solar, os dois lados sempre existirão. 

Portanto, colocamos aqui algumas desvantagens para a informação: 

  • Alto custo de aquisição inicial;
  • Pode não funcionar a noite em sistemas sem baterias;
  • Pouco incentivado no Brasil;
  • Baixa capacidade de armazenamento;
  • Impactos ambientais no descarte de painéis sem muitas referências atuais.

A energia solar, vinda obviamente do calor do sol, também pode ser armazenada dentro de embalagens feitas em isopor. 

Portanto, a laje h12 isopor utilizada em construções, consegue reter da mesma maneira o calor que recebe naturalmente.

Considerações finais 

Sendo assim, diante de todas as vantagens apresentadas na instalação da energia solar, há de se levar em consideração todos esses fatores dentro das residências, comércios e indústrias.

Com o aumento excessivo das taxas de energia convencional, somado aos impostos cobrados, a economia tende a ser o mais aplicável para quem decide implantar os tipos existentes atualmente.

Sendo dessa forma, economia no bolso no final do mês favorece o investimento daquilo que não foi gasto, como em uma poupança, por exemplo, porque ela tende a ser bem grande.

Dependendo da quantidade de moradores nas residências, a frequência do uso de banhos nos dias frios e a utilização da energia no período da noite, é totalmente recomendável a instalação da energia solar.

Pelo lado das indústrias que funcionam a base da movimentação de turbinas, a recomendação também se aplica.

O profissional técnico que fizer o dimensionamento do projeto precisa coletar informações do imóvel, como a localização geográfica, o consumo médio, a instalação elétrica, a área para fixar os módulos.

Neste momento ele avalia, também, quais serão as quantidades de módulos necessários, o tipo de cabeamento, bem como quantos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Fala Barreiras