Siga-nos

Agro

Fórum discute estratégias de combate à Helicoverpa

Publicado

em

01As estratégias de combate à lagarta Helicoverpa Armígera foram discutidas na manhã desta terça-feira, dia 10, durante a 57ª Etapa do Fórum Permanente do Agronegócio, em Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul. Os prejuízos sofridos no Estado da Bahia foram relatados pelo diretor de Defesa Sanitária Vegetal da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria da Agricultura da Bahia (Seagri), Armando Sá Nascimento Filho, que coordena o Grupo de Emergência Sanitária da Helicoverpa Armigera e integra o grupo de Situação Nacional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O fórum reuniu pesquisadores, autoridades governamentais, representantes de empresas e líderes do agronegócio gaúcho, no Auditório Central da Expodireto Cotrijal, com o objetivo de informar o produtor rural e auxiliá-lo no monitoramento e controle dessa lagarta, diante da iminente ameaça da praga e a preocupação com os prejuízos que possa vir a causar às lavouras.

“Neste momento, a praga encontra-se em eficiente estado de controle, resultante da integração de diversas estratégias utilizadas, a exemplo de respeito ao vazio sanitário, controle biológico (utilização de vírus e bacillus) e químico (moléculas sintéticas)”, completou Armando Sá. A Helicoverpa Armígera tem surpreendido agricultores das principais regiões produtoras do País pelo seu poder de destruição, causando perdas principalmente nas lavouras de milho, soja e algodão do Brasil.

O evento é uma realização do Canal Rural e do Sistema Farsul – Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul, com apoio da Cotrijal – Cooperativa Agropecuária e Industrial.

Fonte: Ascom Adab com informações do Canal Rural

Osmar Ribeiro

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras