Siga-nos

Agro

Com presença maciça de mulheres do agro, encontro discute governança corporativa em Luís Eduardo Magalhães 

Promovido pelo Instituto Washington Pimentel, o ‘Café com Governança’ aconteceu na quarta (22)

Publicado

em

governança corporativa

Foto:Calan Sanderson

Cerca de 100 mulheres com atuação em diferentes segmentos do agronegócio na região oeste da Bahia compareceram nesta quarta, dia 22, ao Café com Governança, evento realizado em Luís Eduardo Magalhães pelo Instituto Washington Pimentel, o primeiro do Brasil 100% voltado ao setor agro. Através de palestras de produtores experientes, e de momentos de interação entre os participantes, os convidados dialogaram sobre as melhores práticas, desafios e inovações para uma gestão eficiente no agro. 

“O Café com Governança nasceu a partir da necessidade crescente do setor de se aperfeiçoar, de forma efetiva e estratégica e faz todo sentido fazer isso aqui, ao lado de profissionais que se destacam pelas boas práticas de gestão em seus respectivos nichos”, comenta Katerine Rios, COO do Instituto Washington Pimentel e que fez questão de convidar mulheres que se destacam em sua atuação na região. 

Também compuseram a mesa de bate-papo Washington Pimentel, advogado e CEO do Instituto, Marcos Sampaio, Procurador do Estado da Bahia e coordenador geral do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) da Bahia, a advogada Melina Lobo e as produtoras Alessandra Zanotto, sócia diretora no Grupo Zanotto e Ana Paula Franciosi, gestora de compras e infraestrutura na FrangisiAgro, que contribuíram com depoimentos sobre como implantaram boas práticas de governança em suas respectivas empresas. 

Foto: Calan Sanderson

Para Washington, o projeto cumpriu seu objetivo. “Fomentar estes espaços e momentos de troca, com conteúdo qualificado, entre importantes agentes locais e referências nacionais, é fundamental para o aprimoramento do agronegócio com responsabilidade e sustentabilidade”, defende.

O coordenador geral do IBGC, principal referência do Brasil para o desenvolvimento das melhores práticas de governança corporativa, Marcos Sampaio acredita que a troca de experiências entre o público especializado foi um diferencial do Café com Governança. “Foram mais de 4h de debate e discussão, em que nós pudemos trazer um pouco do que o mercado nacional tem praticado, além de aprender também com os modelos de governança local. Foi fantástico e acredito que devemos avançar cada vez mais”, comentou.

O Café com Governança é uma realização conjunta entre o Instituto Washington Pimentel e o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBCG).

Foto: Calan Sanderson

Osmar Ribeiro

Fala Barreiras