Siga-nos

Sem categoria

Produtores renegociam dívidas diante da queda na safra

Publicado

em

Marjorie Moura | A Tarde

Segundo a Aiba, produtividade do milho caiu cerca de 30% | Foto: Erik Salles/Ag. Servphoto

Segundo a Aiba, produtividade do milho caiu cerca de 30% | Foto: Erik Salles/Ag. Servphoto

A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) realiza na quarta-feira, 20, a segunda reunião do I Encontro de Negócios 2016, desta vez com representantes do Banco do Brasil. O principal objetivo é orientar os produtores que precisarem fazer a renegociação de suas dívidas.

A primeira rodada, que tratou de linhas de crédito rural, aconteceu no último dia 7, com os superintendentes estadual e regional do Banco do Nordeste (BNB), Jorge Bagdeve e Luiz Sérgio, contando ainda com grande número de produtores do oeste baiano.

No encontro, a diretoria da Aiba apresentou à categoria as medidas legais que podem ser adotadas diante da quebra de aproximadamente 37,5% na produtividade da safra (30% de milho e 22% no algodão), que deixou muitos produtores endividados.

“Queremos, na medida do possível, tranquilizar o produtor, para que ela saiba que, mesmo não havendo o decreto da situação de emergência, os bancos estão abertos a negociarem conosco”, informou o presidente da Aiba, Júlio Cezar Busato.

Bahia Farm Show
Uma das maiores feiras do país, a Bahia Farm Show, organizada pela Aiba e que acontece entre 24 e 28 de maio, deve ser afetada pela crise econômica brasileira, a exemplo do que vem ocorrendo em outras feiras agropecuárias no país. O melhor resultado seria manter o mesmo faturamento do ano passado: R$ 1,033 bilhão.

De acordo com os organizadores, serão cerca de 180 expositores de máquinas, insumos e tecnologias agrícolas. Ao todo, foram investidos R$ 2 milhões para o evento, no município de Luís Eduardo Magalhães.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras