Siga-nos

Sem categoria

Católicos celebram dia dedicado aos santos Cosme e Damião

Publicado

em

A tarde

Todo ano a igreja se enche de fiéis | Foto: Raul Spinassé

Todo ano a igreja se enche de fiéis | Foto:

Raul Spinassé

Centenas de católicos se reuniram na manhã deste sábado, 27, na paróquia dos santos Cosme e Damião, localizada no bairro da Liberdade, para celebrar o dia dedicado aos santos gêmeos. Os festejos, que tiveram início às 5h com uma queima de fogos, marcaram o encerramento da novena dedicada aos santos, que aconteceu de 17 a 25 de setembro.

Portando fotografias e imagens, os fiéis pediram graças aos gêmeos, conhecidos como protetores dos médicos e das crianças. O padre Josevaldo Carvalho, que celebrou a missa das 10h, contou sobre a história de vida dos santos e ressaltou o exemplo de fé deixado pelos dois.

“Eles exerciam a medicina sem receber nada. A partir desse exemplo, devemos aprender que é preciso ter disposição para prestar serviços a Deus na pessoa do próximo sem esperar nada em troca”, afirmou o celebrante.

A vendedora Marta Sacramento, 32, que participou das comemorações desde às 5h, conta que foi graças aos santos que se curou de uma pneumonia, no ano passado.

“Passei dias no hospital e, nos momentos em que parecia perder a esperança, me apegava aos santos e recuperava as forças. Foi assim que fiquei curada”, contou, emocionada.

Doces e brinquedos
Na porta da igreja, dezenas de crianças se aglomeravam para receber os doces levados pelos fiéis, como a dona de casa Valmira Dias, 42.

Todos os anos, além de participar de todas as missas celebradas na paróquia, distribui doces para as crianças em situação de rua.

Tudo isso como forma de cumprir uma promessa que fez em 1999, quando nasceram seus filhos gêmeos João Pedro e João Paulo, 15.

“Compro doces para agradar, distribuir entre as crianças que moram na rua. Me sinto como uma enviada dos santos para fazê-las felizes, nem que seja por um dia”, explicou.

Com os bolsos cheios de bombons, o garoto Vitor Santos, 7, não escondia a felicidade: “Vou distribuir com meus amigos”.