Siga-nos

Oeste

Fazendas do Oeste Baiano ganham mais conexão

Instalação de quilômetros de fibra óptica permitirão internet de melhor qualidade para a transmissão de dados…

Publicado

em

Fibra Óptica

O acesso à internet no campo já é uma realidade no agronegócio brasileiro. Na prática, a tecnologia apresenta-se como oportunidade para aprimorar o modelo de negócios das empresas, já que amplia a conectividade entre as fazendas e otimiza a produção. Levantamento realizado pela Embrapa mostra que 84% dos agricultores que participaram da pesquisa utilizam pelo menos uma tecnologia digital em seu processo produtivo, sendo o uso da internet a principal delas (70,4%).  

Embora a internet seja considerada essencial para o setor, ainda há áreas rurais que não contam com essa tecnologia ou o sinal não é de boa qualidade. No entanto, quem já ingressou no mundo virtual, elenca os benefícios proporcionados por essa rede de conexão mundial.

É o caso do Agronegócio Estrondo, localizado no Oeste da Bahia, que iniciou no segundo semestre a instalação de 45 quilômetros de fibra óptica ao longo da BA 458, que liga os municípios de Formosa do Rio Preto e Riachão das Neves. Antes, o empreendimento já contava com internet através de torres de transmissão. Agora, a ideia é melhorar a qualidade do sinal, ampliando a capacidade de monitorar remotamente o campo, protegendo as plantações e todos que delas dependem.

Ao todo, serão 27 empreendimentos beneficiados com essa melhoria, desde o monitoramento das aplicações técnicas para controle de pragas, calibragem e aferição dos equipamentos até a transmissão de dados de estações meteorológicas locais. “A expansão tecnológica vai proporcionar uma comunicação ainda mais segura, eficiente e rápida entre os produtores e funcionários, além de agilizar o tratamento dos dados para tomadas de decisões mais assertivas”

, explica Daniel Ferraz, gerente Administrativo e Financeiro do Agronegócio Estrondo.

Para 2023, a previsão é que mais 100 quilômetros de fibra óptica sejam instalados. “Essas novas instalações são mais confiáveis porque não sofrerão problemas com possíveis focos de incêndio e chuva. Como existe uma grande distância entre as fazendas e da cidade – cerca de 150 km –, uma rede de maior capacidade promoverá mais segurança dos empreendimentos e qualidade de vida para os funcionários, que poderão se comunicar entre as sedes e também com suas famílias”, completa Ferraz.

Vale lembrar que a expansão de redes de fibra óptica é importante porque são elas que tornam viável a conexão 5G, já que contam com backbones (sistema onde múltiplas redes se conectem e conversem umas com as outras) e backhauls (rede que faz a ligação entre o backbone e a população), permitindo a transmissão de dados entre as antenas e garantindo baixa latência e menor degradação de sinal, características essenciais para que o 5G alcance seu melhor desempenho. Especialistas afirmam que o 5G contribuirá para um novo paradigma no campo.

Fala Barreiras