Siga-nos

Barreiras

HISTÓRICO PASSO ADIANTE:
Projeto de duplicação da BR-242 finalmente revelado em barreiras

Autoridades locais e o Superintendente do DNIT celebram a liberação do projeto, anunciando novas perspectivas para mobilidade e desenvolvimento regional

Publicado

em

Duplicação da BR-242

Da esquerda para a direita: Danilo Henrique, secretário de governo, Roberto Alcântara, superintendente do DNIT na Bahia, e o prefeito Junior Marabá se unem na apresentação do projeto da duplicação da BR-242 em Barreiras | Foto: Divulgação

Nessa segunda-feira, 28 de agosto, o Auditório da UFOB em Barreiras tornou-se palco de um marco histórico: a apresentação do Projeto Básico e Executivo da Duplicação da BR-242. O evento foi liderado por Roberto Alcântara de Souza, Superintendente Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Estado da Bahia.

O prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Junior Marabá, e representantes de Barreiras marcaram presença no evento e foram convidados a fazer parte da equipe responsável pela vistoria das estradas BR-020, BR-242, BR-135 e BR-349. “Essa duplicação é uma obra muito esperada pelos municípios de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães. Lutamos por ela, e agora estamos vendo que todo esforço valeu a pena,” comemorou Junior Marabá.

É importante ressaltar que o contrato para esta empreitada foi liberado pelo DNIT em 2022, durante a gestão do então Ministro dos Transportes, Tarcísio de Freitas.

Outras Rodovias na Mira

Mas o projeto da BR-242 não é a única via em foco quando o assunto é mobilidade na região. Luís Eduardo Magalhães, uma área crucial para o transporte de grãos devido à sua posição na fronteira do Matopiba, também está recebendo atenção especial.

Na semana passada, o prefeito Junior Marabá e Franklin Willer, secretário de infraestrutura de Luís Eduardo Magalhães, reuniram-se com engenheiros para discutir a duplicação de outro trecho vital: a BR-020, que conecta o centro da cidade ao Distrito do Novo Paraná. “Esse segmento da BR-020, certamente, será um vetor chave para o crescimento e a expansão dos negócios de grãos na região. Precisamos olhar para os próximos cinco anos com muito cuidado, especialmente no que diz respeito ao tráfego deste trecho,” pontuou o secretário Franklin Willer.

Da redação do Portal Falabarreiras.com com informações da Ascom de LEM