Siga-nos

Agro

Alerta fitossanitário para a Helicoverpa

Publicado

em

01-testeA Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Adab), vinculada à Secretaria de Agricultura (Seagri), alerta os produtores de soja e algodão do Oeste do Estado sobre a incidência da lagarta Helicoverpa Armígera. Com o início das chuvas na região, a orientação é que o produtor monitore a lavoura, eliminando todo o resto da cultura (tigüera), e adote as medidas de controle e manejo ainda na fase inicial da lagarta, uma vez que, recentemente foram realizados plantios de soja e milho que deverão emergir ao longo desta semana.

“Quanto maior e mais desenvolvida fica a lagarta, mais difícil o manejo desta praga. Nós temos que monitorar para o eficiente controle da praga e, por enquanto, conviver da melhor forma, para que ela não venha a inviabilizar o agronegócio, causando grandes prejuízos aos produtores baianos”, acrescentou o diretor de Defesa Sanitária Vegetal, Armando Sá, lembrando que o controle químico, por meio do Benzoato de Emamectina, foi proibido pelo Ministério Público da Bahia.

As medidas do plano criado pelo grupo gestor com os produtores entram em vigor após a próxima reunião, que acontecerá no dia 30 deste mês. Algumas medidas que devem ser adotadas é o controle biológico e a área de refúgio. Por isso, em caso de dúvida, o produtor deve procurar o escritório da Adab mais próximo para orientação, bem como a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa).

Fonte: Ascom Adab

Osmar Ribeiro

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras