Siga-nos

Vida e Saúde

OMS pede que países afetados pelo ebola examinem passageiros

Publicado

em

Correio da Bahia

O Ministério da Saúde informou que cinco pessoas já estão quase totalmente recuperadas

Foto: AFP

Foto: AFP

Autoridades dos países afetados pelo surto de ebola devem examinar as pessoas que partem pelos aeroportos internacionais, portos marítimos e principais passagens de fronteira por terra para impedir qualquer indivíduo com sinais de infecção pelo vírus de viajar, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS), anteontem, 18.

Guiné, Libéria, Nigéria e Serra Leoa são os países afetados pelo atual surto de ebola, que já resultou em mais de mil mortes. A Nigéria tem 12 casos confirmados.

O Ministério da Saúde informou que cinco pessoas já estão quase totalmente recuperadas. O comunicado diz ainda que 189 pessoas em Lagos e s eis outras na cidade de Enugu ainda estão sob vigilância.

Os 17 doentes de ebola que fugiram de um centro de isolamento invadido e saqueado por homens armad os em Monróvia, a capital da Libéria, ainda eram procurados na segunda-feira. “O pior é que os saqueadores pegaram colchões e toalhas com fluidos dos doentes. Nos arriscamos a ficar em uma situação difícil de controlar”, declarou o ministro de Informação, Lewis Brown. Em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, autoridades informaram que uma mulher nigeriana que chegou ao país em voo que fazia escala pelo aeroporto da cidade morreu com suspeita de ebola.

A vítima, de 35 anos, seguia em direção a Índia para tratamento contra câncer em estágio avançado. O estado de saúde dela piorou durante o voo e a paciente foi atendida no aeroporto.

Após a morte, os médicos encontraram sinais de que ela poderia estar com ebola. O marido e os cinco médicos que tiveram contato com a vítima estão isolados aguardando resultados de testes clínicos.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras