Siga-nos

Destaques

Espanha registra 164 mortes nas últimas 24 horas; segue a caída

Foram detectados 218.011 contagiados por coronavírus. Nas últimas 24 horas somente 356 novos casos

Publicado

em

Sandra Cristina | Correspondente na Espanha

Segundo os últimos dados de hoje (04/05), na Espanha foram detectados 218.011 contagiados por coronavírus. Nas últimas 24 horas somente 356 novos casos, um 0,16%. Os falecidos pela pandemia ascendem a 25.428, 164 notificados ontem. 121.343 pacientes foram curados, 2.441 receberam alta hospitalar e existem 43.325 sanitários contaminados.

O presidente da Espanha, Pedro Sanchez, vai pedir na próxima quarta-feira (06/05) a prorrogação do Estado de Alarme frente à crise do coronavírus. O grande problema que está enfrentando o presidente é quanto ao apoio dos demais partidos políticos para aprovação da prorrogação. O líder do maior segundo partido da Espanha, Pablo Casado, do Partido Popular, de direita, assegura hoje que “prorrogar o estado de alarme mais de 60 dias não tem sentido” e deixou claro sua possível abstenção. “Ao dia de hoje, com as informações que manejamos, não podemos apoiar essa prorrogação”. Está previsto que o presidente Sanchez chame hoje Pablo Casado para solicitar-lhe apoio.

Por outro lado, vamos fazer conhecer o que funciona e como funciona os principais serviços na Espanha hoje quando começa a fase zero.

As máscaras serão obrigatórias a partir de hoje para todos os usuários de transportes onde se incluem ônibus, trem, avião e navio. As máscaras devem proteger o nariz e a boca. Além disso, também serão obrigatórias em veículos privados quando estejam pessoas que não convivem na mesma casa.

As principais normas para transportes são:

Terrestres: privados particulares e privados complementários (veículos de empresas cuja a atividade principal não seja o transporte de mercadorias, como um caminhão de transporte de bebidas, por exemplo), de até 9 lugares, incluindo o condutor, poderão deslocar-se duas pessoas por cada fila de assentos, sempre que utilizem máscaras e respeitem a máxima distância possível entre os ocupantes.

Nos transportes públicos coletivos de passageiros urbanos e interurbanos, onde existam plataformas habilitadas, a preferência será a ocupação da metade dos assentos e um máximo de passageiros de pé por metro quadrado.

Comércios
Poderão abrir ao público os comércios de menos de 400 metros quadrados, sempre com hora marcada para atender o cliente. Deverão reservar um horário para atender as pessoas maiores de 65 anos que deverão coincidir com os permitidos pelo Ministério da Saúde, conforme já informamos. Não poderá haver mais de um cliente por funcionário e todos mantendo as exigências de segurança. As lojas que vendem roupas e sapatos, terão que desinfetar cada peça de roupa ou calçado depois de cada uso e todos os locais estão obrigados a colocar álcool gel à disposição dos clientes.

Restaurantes
Até o momento, os restaurantes podiam atender pedidos a domicilio, mas a partir de hoje os clientes podem também consumir a comida no próprio local sempre que cumpram com as medidas. Deve haver uma divisória que separe os trabalhadores dos clientes e evitar aglomerações.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras