Siga-nos

Mundo

Espanha: Mortes caem, mas não pode baixar a guarda

O Ministério da Saúde publicou, há pouco, os últimos números do coronavírus no país

Publicado

em

Sandra Cristina | Correspondente na Espanha | Imagem destaque: Presidente da Espanha, Pedro Sanchez (PSOE)

O número de casos confirmados por PCR subiu para 223.578, 604 mais do que ontem. Espanha já soma 26.479 mortos por covid-19, sendo 179 nas últimas 24 horas.

Os números representam uma baixa de 22% com respeito aos falecidos de ontem, que foram 229.

Com relação ao número de curados, se notificaram 2.804 casos, o que eleva a cifra para um total de 133.952. O diretor do centro de Alertas e Emergências Sanitárias, Fernando Simon, valorou a evolução da pandemia como “muito favorável”, mas alertou: “se não seguirmos as indicações, corremos um sério risco de ter que dar um passo para trás”.

A partir de segunda-feira (11), alguns estados entrarão na fase 1 do desconfinamento. Nesta fase, medidas importantes serão adotadas nestas localidades. A novidade está em que os cidadãos terão liberdade de circular nestes locais para realizar serviços comerciais, praticar esporte ou reunir-se com pessoas. A outra grande novidade nesta fase é que se permitirá as reuniões familiares e amigos reunindo um número máximo de 10 pessoas. Reuniões que podem ser no próprio domicílio ou nos pátios.

No plano econômico, reabrirão as lojas menores que tenham no máximo 400 metros quadrados, sempre e quando não estejam em centros comerciais, que seguirão fechados ao público.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras