Siga-nos

Covid-19

Número de mortes por COVID-19 em Barreiras volta a crescer depois das eleições

O município já registrou 99 mortes em função da doença. Número de internações também subiu

Publicado

em

COVID-19 em Barreiras

O número de mortes por COVID-19 em Barreiras permaneceu estável durante a maior parte de novembro, mas voltou a subir após as eleições.

Entre os dias 1º e 15 de novembro, o município não registrou nenhum óbito, sendo que até então a cidade contabilizava 94 mortes desde o início da pandemia. Porém, a partir do dia 16 de novembro esse número voltou a crescer. Nesse dia, foi registrado o 95º óbito. O paciente estava internado no Hospital da Bahia, em Salvador, mas não resistiu. No dia 20, o 96º registro de morte, e no dia 25, a 97ª vítima do coronavírus foi registrada.

Somente neste fim de semana foram registradas duas novas mortes por COVIS-19 em Barreiras, que já registra 99 mortes no município. No sábado (28), a Secretaria de Saúde divulgou a morte de um paciente de 60 anos, hipertenso, diabético e ex-tabagista. Ele estava internado na UTI do Hospital Central desde o dia 21 de novembro, mas não resistiu. No domingo (29), foi divulgado outro falecimento, dessa vez de um paciente de 65 anos, que estava internado desde o dia 18 de novembro no Hospital do Oeste (HO). A Secretaria de Saúde não informou se o paciente tinha alguma doença pré-existente.

Número de internações também aumentou

De acordo com os dados disponibilizados pela Secretária de Saúde, o número de internações por COVID-19 também aumentou em novembro.

No primeiro dia do mês, a Secretaria de Saúde informou que a taxa de ocupação total de leitos em Barreiras era de 47%, sendo que a taxa de ocupação de leitos de UTI era de 65%. Nessa data, o município apresentava 5.667 casos confirmados de Coronavírus.

Já no fim do mês de novembro, no dia 29, o boletim informou que a taxa de ocupação total de leitos na cidade era de 41%, taxa inferior ao registrado no início do mês em função da redução de leitos clínicos ocupados com casos mais leves da doença (19%). Em compensação, o número de internados em casos graves aumentou, com 72% dos leitos de UTI ocupados no município.

Vale ressaltar que até o dia 29 de novembro, 6.459 casos de contaminação por COVID-19 foram confirmados, o que representa um aumento de 14% no número de casos registrados desde o início do mês.

Aglomerações e desrespeito às medidas protetivas podem explicar esses dados

O aumento de casos e número mortes por COVID-19 em Barreiras coincide com o relaxamento das medidas de enfrentamento da pandemia, tanto por parte do poder público quanto por parte da população, uma vez que boa parte das pessoas aparentemente ainda não tem consciência da gravidade da situação e da necessidade de seguir as orientações sanitárias.

Vídeos e fotos de pessoas aglomeradas e sem nenhuma proteção já voltaram a ser comuns nas redes sociais, assim como festas e encontros sociais.

O cenário se torna pior em função da realização das eleições 2020, já que aglomerações em comícios e comemorações de vitórias com participantes que não respeitavam o distanciamento social ou utilizavam máscaras foram comuns.

Infelizmente esse cenário se repete em várias cidades e estados do país e, por isso, o número de casos e mortes voltou a aumentar no Brasil inteiro, assim como o número de estados e municípios em situação de alerta para a doença.

É hora de se proteger e seguir as orientações médicas para que o número de mortes por COVID-19 em Barreiras pare de subir.

Seja integrante de nosso grupo de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 42

Fala Barreiras