Siga-nos

Tecnologia

Twitter lança recurso para denunciar fake news sobre política e Covid-19

Ferramenta em fase de teste visa conter a disseminação de notícias falsas na internet…

Publicado

em

Twitter

Preocupado com a disseminação das chamadas fake news, o Twitter vem adotando ações para reduzir esse tipo de conteúdo em sua plataforma digital. Para comprovar isso, foi lançado nessa terça-feira (17), um recurso que vai permitir que o usuário denuncie notícias pouco confiáveis, principalmente sobre política e coronavírus. A ferramenta vai sinalizar tuítes com informações equivocadas ou fantasiosas.

Em fase teste, o Twitter já liberou esse recurso para usuários nos EUA, Austrália e Coreia do Sul. E o acesso a essa ferramenta é muito simples, basta entrar no menu suspenso no canto superior direito de cada tuíte. A rede social informou que sendo aprovado nessa fase experimental, a tendência, é que seja disponibilizada para outras partes do mundo.

Uma vez acionado esse recurso, os internautas são incentivados a classificar se o comentário falso/enganoso se refere à política, saúde ou outra editoria. Caso seja uma fake news relativo a política, será solicitado informações específicas (se é relativo às eleições de 2022, por exemplo). Na área da saúde, o usuário poderá denunciar fake news sobre a Covid-19.

Apesar da importância dessa ferramenta, a rede social reconhece que nem todas as denúncias serão verificadas. O Twitter

pretende captar todas essas informações e aperfeiçoar esse recurso. O recurso vai permitir identificar informações falsas antes mesmo de se propagarem de forma viral.

Essas ações adotadas pelo Twitter acontecem em paralelo às medidas de endurecimento contra as fakes news tomadas pelo presidente dos EUA, Joe Biden, que subiu o tom contra a propagação da desinformação. Vale lembrar que em julho deste ano, o cirurgião-geral dos EUA, Dr. Vivek Murthy, divulgou um relatório onde traz todos os detalhes de como as gigantes das redes sociais podem barrar a desinformação sobre a pandemia.

Já tramita no Congresso Americano, um projeto de lei da senadora democrata Amu Klobuchar que tem como objetivo intimidar a grandes redes sociais com a revogação da Seção 230 da Lei de Decência das Comunicações, que protege os provedores de serviços de internet contra possíveis processos por mensagens publicadas por seus usuários.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras