Siga-nos

Solidariedade

Planta que dá! Conheça o projeto que vai ajudar agricultores familiares

O Projeto Planta que Dá vai ajudar agricultores familiares a cultivarem a terra da forma correta, para que eles retirem seu sustento e comercializem seus produtos.

Publicado

em

Não é mais novidade para ninguém que muitas famílias estão sofrendo em função do aumento do preço dos alimentos e da dificuldade em melhorar sua renda. Por isso, iniciativas que ajudem essas pessoas a conseguirem acessar alimentos com mais qualidade e, quem sabe, até mesmo começarem uma nova atividade comercial, são sempre bem-vindas. E esse é o caso do Projeto Planta que dá.

Idealizado pela assistente social Tialla Souza, o projeto que dá tem como objetivo apresentar histórias inspiradoras de pessoas que utilizam a agricultura familiar, não só para prover o sustento de suas famílias, mas também para conseguir alimentos que possam ser comercializados, aumento a renda da família.

No entanto, antes de saber como esse objetivo será alcançado, é importante entender como esse projeto começou a sair do papel. Para conhecer mais detalhes sobre essa iniciativa, o Fala Barreiras entrou em contato com Tialla, que compartilhou mais informações importantes sobre esse projeto, como você verá abaixo.

O surgimento do Projeto Planta que Dá

Em função do trabalho de assistente social, Tialla percebeu que, ao longo dos anos, muitas famílias abandonaram a prática de cultivo da terra. Os motivos para esse abandono são diversos, mas o principal é o êxodo rural, especialmente entre a população mais jovem.

Por isso, embora muitas famílias possuam alguma propriedade rural, nem todas sabem como aproveitar esse espaço para melhorar sua renda e qualidade de vida a partir do cultivo da terra. E foi nesse contexto que surgiu a ideia do projeto.

“A ideia surgiu a partir da realidade que encontrava durante minhas visitas as famílias na zona rural, muita gente com um bom espaço de terra e até agua em fartura, mas sem ânimo para plantar. Pensei em mostrar para essas famílias a realidade dos agricultores familiares que conseguem tirar da terra o sustento de sua família, desenvolvendo agricultura para subsistência e comércio. Outro fator determinante para o surgimento da ideia do projeto foi o aumento nos valores dos alimentos em geral”, explicou Tialla.

Quem faz parte desse projeto?

Apesar de ter idealizado o projeto, Tialla não está sozinha nessa empreitada. Ela recebe a ajuda de outras três pessoas, que são fundamentais para o desenvolvimento dessa iniciativa.

De acordo com a assistente social, uma dessas pessoas é sua amiga Sueli Barros, que é Presidente da Associação do Povoado de Almas e tem incentivado e orientado a realização de algumas ações.

Além disso, ela também conta com a ajuda de Ricardo Risoc, responsável pela edição dos vídeos postados no canal do projeto no Youtube. Por fim, Tialla recebe ajuda de Maurício Lelis da CAR, que a orienta de forma mais técnica tanto na parte de apresentação da ideia, quanto sobre futuras ações do projeto Planta que Dá.

Por enquanto, o projeto ainda está no início e tem sido executado de forma mais lenta por causa das restrições necessárias nesse momento de pandemia. Porém, de acordo com Tialla, muitas pessoas já entraram em contato buscando mais informações sobre a iniciativa.

“Estou iniciando agora. De certa forma mais lento do que gostaria. A pandemia tem atrasado um pouco as filmagens, que precisam ser mais cautelosas, assim como as entrevistas que tem que seguir todas as normas de segurança de acordo vigilância sanitária. Mas, mesmo assim, já tenho bons resultados. Pessoas ligam interessadas querendo saber de que forma podem retomar o cultivo de suas terras. Pretendo fazer um elo entre as famílias e os setores de desenvolvimento rural sustentável”, revelou a idealizadora desse projeto.

Como vai funcionar o Projeto Planta que Dá?

De acordo com Tialla, o projeto será realizado em quatro etapas. A primeira etapa é a apresentação das famílias que desenvolvem a agricultura familiar, sendo que essa fase já começou.

A partir da segunda etapa, eles vão entrar em contato com as famílias e oferecer orientações dos técnicos da área, que vão compartilhar informações importantes para o cultivo da terra.

Já na terceira etapa, o objetivo é buscar a ajuda dos grandes produtores rurais a fim de conseguir materiais, como kits de irrigação, para os agricultores familiares possam desenvolver uma agricultura economicamente sustentável.

Por fim, na quarta e última etapa, o Projeto Planta que dá vai abordar temas importantes para as pessoas que vivem em zonas urbanas, ressaltando os benefícios que a agricultura familiar proporciona para todos.

“Na quarta fase, vamos abordar conteúdos voltados para a população da área urbana, para que a mesma entenda a importância de uma agricultura familiar consolidada, que os benefícios vem pra todos, tanto para as famílias da zona rural, que vão poder garantir a segurança alimentar de seus familiares desenvolvendo a comercialização de seus produtos, quanto para a população da zona urbana, que poderá consumir produtos de qualidade, naturais, sem o uso de agrotóxico e por um preço acessível ao bolso de todos”, explicou Tialla.

Por enquanto, nesse momento inicial do Projeto Planta que Dá, a equipe que trabalha nessa iniciativa pretende continuar postando mais conteúdos sobre o tema, divulgando o projeto para que as pessoas possam conhecer a iniciativa e abraçar a causa.

Além disso, Tialla revelou que eles vão buscar parcerias com as prefeituras e Companhias Regionais de desenvolvimento e Técnicos da área, para ajudar na execução desse projeto.

Para conferir mais detalhes sobre essa iniciativa, assista ao vídeo abaixo!

Planta que dá! Conheça o projeto que vai ajudar agricultores familiares

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 20
Falabarreiras Notícias 42
Falabarreiras Notícias 43

Barreiras Notícias - Fala Barreiras