Siga-nos

Solidariedade

Família busca por parente desaparecido há 30 anos. Você pode ajudar?

Celso Alves Figueredo era caminhoneiro e já trabalhou na Cerealista Castro, na cidade de Barreiras, Oeste da Bahia…

Publicado

em

Família busca por parente desaparecido

Uma festa de casamento tem tudo para garantir boas lembranças de um momento único. Mas para a família de Dulce, o casamento do seu tio ficou marcado como a última vez na qual conseguiu notícias do seu irmão, Celso Alves Figueredo.

Celso, chamado carinhosamente de Timóteo por seus familiares, era caminhoneiro e transportava madeira de Barreiras para Santa Helena e região, em Goiás. Ele também fazia entregas para algumas cidades da Bahia, como Seabra. Em Barreiras, Celso prestava serviços para uma empresa chamada Braga e ainda trabalhou para a Cerealista Castro.

Por conta da sua profissão, Celso havia prometido que encontraria com sua mãe, Dona Maria Alves Figueredo, e seus familiares no casamento citado anteriormente. Celso havia dito que sua mãe não precisava esperá-lo, mas que ele chegaria à festa em seguida, o que não aconteceu.

Desde então, os familiares iniciaram uma verdadeira saga em busca de notícias sobre seu paradeiro. Nem mesmo sua filha ou sua esposa tiveram notícias ou mantiveram o contato com ele. Celso realmente havia desaparecido.

O mais surpreendente é que tudo isso aconteceu há 30 anos, quando Celso tinha cerca de 46 anos. Atualmente, ele deve estar com 76 anos de idade. Sua aparência certamente mudou nesse intervalo de tempo, mas nada disso diminui o desejo da família pelo seu reencontro.

Infelizmente, após tanto tempo de buscas, sua mãe, Dona Maria, não resistiu a dor e a angústia do desaparecimento de Celso. Ela chegou a desenvolver depressão por causa do ocorrido e faleceu sem ter notícias do filho.

Hoje, é sua irmã, Dulce, que continua essa busca, na esperança de saber qualquer notícia sobre o paradeiro de Celso.

Por isso, se você conhece ou conheceu alguém com as características de Celso, entre em contato com Dulce através do WhatsApp (62) 9125 1880 e ajude essa família a ter notícias sobre o seu ente querido.

Participe dessa campanha de solidariedade!

Seja integrante de nosso grupo de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 42

Fala Barreiras