Siga-nos

Solidariedade

Consumo consciente: saiba como aderir

Publicado

em

Consumo consciente

Consumo consciente tem relação com o consumo sustentável, aqui o foco é pensar no meio ambiente, levando em conta que a cada decisão tomada impacta positivamente a natureza, logo os seres humanos também são beneficiados quando se cuida da natureza. 

É importante que as pessoas compreendam que o consumismo é algo que traz malefícios à saúde. Uma empresa que faz atendimento médico domiciliar particular, pode ajudar as pessoas a se conscientizarem disso, ajudando elas a consumirem de modo consciente.

Não é sem razão que cada vez mais ouve-se falar no consumo consciente. Afinal de contas, os naturalistas indicam para uma catástrofe já anunciada. E por isso, deve-se começar uma maior conservação do meio ambiente e dos recursos naturais, que são finitos.

Uma empresa de sala planejada simples pode encontrar maneiras e ações para fazer com que seu empreendimento e seus processos sejam os mais sustentáveis o possível.

Os seres humanos já consomem 30% a mais de elementos naturais do que a capacidade de regeneração da Terra. Isso é, de fato, preocupante. Pois, vai chegar a hora, em que a Terra não vai mais se regenerar e, a matéria prima de alimentos vai se extinguir totalmente.

Por isso, uma residência assistida para idosos pode começar a dar palestras para que estes idosos, possam ser mais conscientes quanto ao uso de produtos. Importante também, que as pessoas evitem os produtos que afetam diretamente as fontes da natureza.

Assim, se não existir alguma mudança nos padrões de uso e de produção, em menos de 50 anos vão ser necessários mais de dois planetas para atender a todas as necessidades de água, alimento e energia que os seres humanos têm utilizado ao longo dos tempo.

Em essência, a situação é uma ameaça real para a humanidade e a vida no planeta como é conhecida hoje. Todas as empresas, pessoas e instituições podem conscientizar uns aos outros, até uma empresa que dá curso de operador de empilhadeira grande porte.

Sendo assim, o presente artigo, tem a intenção de explicar como ter um consumo consciente, qual a importância de aplicar esse conceito e quais pontos de atenção ao consumir um produto ou solução. 

Conceito de consumo consciente

O consumo consciente está relacionado com o que é chamado de consumo sustentável, o consumo consciente é aquele em que cada decisão é tomada pensando no efeito que isso vai ter no meio ambiente, na sociedade e até nas finanças. 

O conceito não é nada muito difícil de compreender, ele deve fazer parte do dia a dia e a pessoa nem vai perceber que está consumindo com consciência.

É quando a pessoa deixa de comprar mais frutas no mercado porque vai consumir antes as que já têm em casa. Ou quando abre mão de adquirir por impulso uma roupa que ela nem necessita. 

É assim que começa o processo do consumo consciente, já presente no cotidiano, fazendo algumas escolhas que vão ajudar a evitar o grande desperdício de comida e de dinheiro no planeta.

É muito maior o número de pessoas que querem mudar a sua forma de consumir, como indica a pesquisa do Instituto Akatu feita em 2018. 

De acordo com o estudo, diversos consumidores que eram indiferentes mostraram interesse em ter mais consciência ao consumir os produtos.

O consumo sustentável é um movimento crescente e que incentiva a sociedade a conscientizar-se sobre os impactos de todas as suas práticas de consumo no seu próprio bem-estar, assim como no bem-estar do planeta Terra.

Neste sentido, os produtos que não são fabricados em massa e, de modo geral, são feitos por materiais reciclados, se destacam entre a maioria dos consumidores. 

Praticar o consumo sustentável está relacionado com a análise das opções, com a escolha pelo melhor produto e como melhorar o estilo de vida junto com o planeta. É ser muito mais consciente no ato de comprar algo, usar e descartar produtos. 

Importância de aderir no dia a dia

Entre a importância do consumo sustentável está a diminuição dos impactos sociais, ambientais, econômicos e também comunitários, a redução de custos com a economia de recursos, além de incentivar a inovação.

O consumo sustentável não vai incentivar o desperdício. As indústrias que se preocupam com esse impacto, procuram criar produtos mais duradouros e de ótima qualidade. 

Além de que, as tecnologias sustentáveis e tipos de logísticas como a economia circular adotam a cultura dos negócios.

Por isso, escolher por ter um consumo mais sustentável, também alarga um processo de deliberação para usar intencionalmente o que é mais benéfico e também mais necessário. 

Reforça uma forma de usar com consciência e decidir se essa consequência vai causar impactos mais positivos ou menos negativos ao meio ambiente.

Como ser parte do movimento de consumo consciente

As vantagens de praticar o consumo consciente são várias. Mesmo as pequenas mudanças de costumes trazem ganhos para a natureza, para a sociedade e, até, para a forma de viver.

Com essa mudança de hábitos, podem surgir algumas dúvidas de como fazer parte desse movimento e começar a seguir uma vida mais sustentável. 

Sendo assim, torna-se importante a divulgação de algumas dicas para que seja possível aplicar o consumo consciente no cotidiano das pessoas.

Ter um planejamento de compras

Fazer um planejamento é um dos grandes aliados de quem deseja consumir de forma cada vez mais consciente. Ter uma lista antes de sair para as compras no shopping ou no mercado é uma forma de só comprar aquilo que de fato é necessário.

Compreender que desejo não é necessidade

O mais correto é que a pessoa deseja muito algo, o que é o oposto de precisar de algo. Para consumir de forma consciente, é essencial aprender a diferenciar o que é necessidade e o que é desejo.

Por exemplo, caso a pessoa precise de uma ponteira de cortina cromada, isso não necessariamente indica um desejo, mas sim uma necessidade para solucionar um problema.

Reutilizar sempre que for possível

Ver o impacto ambiental de cada escolha também é parte do consumo consciente. Nesse sentido, uma ótima prática é fazer o reuso sempre que possível de produtos e embalagens. 

O vaso de vidro de água mineral pode se tornar um vaso para as plantas, enquanto a caixa de presente feita de papelão pode servir para guardar alguns papéis.

Encontrar os hábitos nocivos

A pessoa que deseja consumir com mais consciência deve, antes de tudo, achar quais são os hábitos que tem no dia a dia que a impedem de adotar um modo de vida mais consciente.

Para isso, deve-se avaliar a rotina e analisar quais práticas devem pôr em risco os planos de consumir com mais consciência. 

Como promover o consumo consciente

Existem diversas estratégias e comportamentos que podem auxiliar a encontrar o caminho mais responsável para o consumo. Alguns dos principais exemplos são:

  1. Planejar as compras;
  2. Analisar os impactos do consumo;
  3. Consumir só o que for necessário;
  4. Reutilizar produtos e plásticos;
  5. Separar e reciclar o lixo;
  6. Compartilhar o consumo consciente.

Realizar um exercício de autorreflexão, como avaliar os princípios que guiam as escolhas e os hábitos de consumo. Isso ajuda para que a pessoa consiga seguir todos os outros caminhos de forma mais consciente e mudar seu estilo de vida.

Por exemplo, quando alguém vai fazer o aluguel de touro mecânico, ele deve avaliar bem cada detalhe. Ver se é um produto que de fato ele necessita, se o valor cabe no orçamento e, se for o caso, pesquisar como o produto foi fabricado.

Os 3 R’s do consumo consciente

Uma das grandes ideias do consumo consciente para os problemas ligados ao lixo, é aplicar o princípio dos dos 3 R’s. Cada um deles é referente à uma ação que auxilia no meio ambiente, são eles: Reduzir; Reutilizar e Reciclar. 

O R de reduzir 

O primeiro R, é relacionado a redução do consumo, ou seja, consumir bem pouco os produtos. Além disso, deve-se escolher, sempre que for possível, por aqueles que dão menor potencial de produção de resíduos e tenham uma maior duração.

O R de reutilizar 

O segundo, indica as chances de reutilização dos itens. As embalagens, por exemplo, devem ser usadas para guardar alimentos, produtos de limpeza ou produtos de escritório.

Porém, o conceito vai muito além disso, tem a ver também com a vida útil desses produtos, e usar os produtos tanto quanto possível. 

O R de reciclar

Por fim, o último envolve reciclagem dos produtos. A mudança da matéria prima de produtos, para transformá-las em novos itens. 

É fabricar alguma coisa nova, a partir de um material utilizado. Além de ter itens de material reciclável, é essencial fazer a separação correta do lixo. 

Por exemplo, a seringa que foi usada para dar vacina para carrapato em cachorro deve ser descartada da maneira correta, não podendo ficar em contato com o lixo normal, pois animais e até mesmo pessoas podem entrar em contato com ela e terem complicações.

Considerações finais

Praticar o consumo consciente é uma maneira não só de ajudar para a sustentabilidade do mundo, como também a saúde financeira. Deve-se atentar às decisões, se livrar da tentação de realizar compras por desejo e dar a contribuição para um futuro mais saudável.

Por isso, a certificação FLUKE deve ajudar também, para que as pessoas se conscientizem mais quanto a estes assuntos, tão importantes para o futuro e desenvolvimento da humanidade.

Se os seres humanos cuidarem da natureza como devem cuidar, o planeta Terra vai permanecer saudável e bem conservado. Assim, as gerações futuras poderão aproveitar mais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras