Siga-nos

Sem categoria

Vereador Carlão diz que não votou no código e afirma que prefeitura mandou pra ver se cola, e colou

Publicado

em

Osmar Ribeiro

Vereador Carlão afirmou que não votou no Código Tributário e que o executivo subestima a inteligência dos vereadores: “vou mandar pra lá, se colar, colou. E colou.”

Vereador Carlão: “querem subestimar minha inteligência” | Foto: Osmar Ribeiro/Falabarreiras

Na Sessão Ordinária dessa terça-feira (27), o vereador Antônio Carlos de Almeida Matos, o Carlão (PP), em seu discurso com relação ao imbróglio do Código, afirma que não votou no Código Tributário e que no início da noite recebeu o ofício 023/2018 pedindo para não revogar o Código Tributário e sim a adequação dos valores. Porém, o vereador afirma que não recebeu a tabela de adequação, “se é assim, deveria acompanhar a tabela de adequação. O procurador do município, Túlio Machado subestima a inteligência dos vereadores”. Para corroborar com o que afirma, o vereador citou que o procurador encaminhou à Casa um projeto solicitando um empréstimo de 55 milhões de reais para construção do Centro Administrativo, “não é que Barreiras não precise do Centro Administrativo, só que vieram três ou quatro folhas, sem nexo, não dizia como é que era, só queria o dinheiro”.

Ainda segundo Carlão, a Câmara não vai mais aprovar projetos da forma que o Código foi aprovado, principalmente porque a sociedade não quer que seja assim. “A sociedade mandou um recado para nós vereadores, disse que nós temos que ter responsabilidade em dobro na hora de aprovar as leis”. O vereador finalizou sua fala dizendo que o prefeito e o procurador foram inteligentes em pensar “vou mandar pra lá, e se colar, colou. E colou”.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barreiras Notícias - Fala Barreiras