Siga-nos

Sem categoria

Projeto incentiva doação de sangue no HO

Publicado

em

Thianne Lira

O projeto "Vidas por Vidas" já foi alvo de premiação pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e conta com a adesão de mais de 300 mil voluntários | Fotos: Thianne Lira

O projeto “Vidas por Vidas” já foi alvo de premiação pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e conta com a adesão de mais de 300 mil voluntários | Fotos: Thianne Lira

Onze anos marcados pela solidariedade e amor ao próximo! Foi com esse espírito que voluntários da Igreja Adventista do Sétimo Dia, do município de Barreiras, realizaram este mês mais uma edição do programa “Vidas por Vidas”. Com o tema “Sangue – O melhor tipo é o seu”, o projeto, que é desenvolvido em todo o Brasil e também em mais oito países na América do Sul, conseguiu em poucas horas a doação de 80 bolsas de sangue para a Unidade de Coleta Transfusional (UCT/HEMOBA), que funciona no Hospital do Oeste (HO) – complexo de saúde administrado pelas Obras Sociais Irmã Dulce.

Para facilitar o acesso dos voluntários, a campanha deste ano foi realizada na sede da própria igreja. Para que a doação no local fosse possível, a UCT/HEMOBA disponibilizou profissionais, poltronas de coletas de sangue e contêineres para o armazenamento adequado das bolsas recebidas. De acordo com a coordenadora da Unidade de Coleta, Katrina Porto, essa foi uma das maiores doações que a unidade recebeu em apenas um único dia. “Foram mais de 10 doadores a cada hora. Que exemplos como esse sejam seguidos por outras comunidades”, ressalta.

“Como trabalho no hospital, vejo a necessidade das doações de sangue e, em parceria com meus amigos da igreja, resolvemos realizar mais uma vez essa campanha na cidade. Felizmente muita gente se empenhou, abraçou a causa e veio nos ajudar”, comemora Anderson Luiz de Abreu, fisioterapeuta do HO e um dos organizadores do projeto em Barreiras. Criado em 2005, o “Vidas por Vidas”, que já foi premiado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), conta com a adesão de mais de 300 mil voluntários espalhados por diversos países.

Anote aí
Para doar sangue, basta estar bem alimentado e em boas condições de saúde; pesar acima de 50 kg; ter entre 16 e 67 anos; e não ter ingerido comidas gordurosas nem álcool antes da doação.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras