Siga-nos

Sem categoria

Prefeitura de Barreiras institui sistema de escolas-núcleos na zona rural

Publicado

em

Carina Cruz Nóbrega | Dircom Barreiras

Escola da Mata da Cahoeira, nucleada para Cerradão | Foto: Divulgação

Escola da Mata da Cahoeira, nucleada para Cerradão | Foto: Divulgação

A Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria de Educação instituiu a partir do dia 21 de fevereiro a portaria de número 009/2017 que trata da desativação temporária de algumas escolas rurais para reforma e ampliação e a criação das escolas- núcleos na zona rural.

O objetivo da Secretaria de Educação é fazer intervenções estruturais nestas unidades escolares, que pelo fato de estarem na zona rural, não foram objeto de cuidado, zelo e responsabilidade pela gestão antecessora. Todas estas escolas necessitam urgentemente de reforma e ampliação para depois, serem devolvidas para à comunidade, com estrutura digna: classes seriadas e estratégias pedagógicas apropriadas para a educação do campo.

De acordo com dados do censo escolar e levantamento realizado in loco, referentes ao ano de 2016, Barreiras possui 28 escolas com classes multisseriadas, concentrando alunos dos segmentos de Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental (do 1º ao 5º ano), num quantitativo que varia entre 04 e 99 alunos, em espaços de apenas uma sala, com uma professora e uma auxiliar de serviços gerais que acumula as funções de zeladora e merendeira.

A Secretaria de Educação criou as escolas – núcleos, considerando a proximidade de localização para receber essa demanda, levando em conta que todas as unidades escolares, ora incorporadas às escolas-núcleos, estão em situação precária de infraestrutura.

Além disso o agrupamento de alunos de séries diferentes em uma única turma, acompanhados pelo mesmo professor, no mesmo horário de aula, ou multisseriação, é um sistema que, mesmo permitido pela Lei 9.394/96, denota precarização de qualidade no ensino.

De acordo com a Secretária de Educação Cátia Alencar “A preocupação é com a qualidade do ensino e consequentemente com a aprendizagem do aluno, que na atual situação ocorre de forma deficitária e indigna”.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras