Siga-nos

Sem categoria

Paula Fernandes faz revelações sobre sua fama de antipática

Publicado

em

Alessandro Granda

“Eu errei também, mas garanto que nunca destratei ninguém”, afirma Paula

A fama de antipática surgiu no início da carreira e acompanha a cantora até hoje | Foto: Reprodução caras.uol.com.br

A fama de antipática surgiu no início da carreira e acompanha a cantora até hoje | Foto: Reprodução caras.uol.com.br

A cantora Paula Fernandes é dona de uma voz marcante e um corpo invejável, as músicas sempre tocam o coração e falam de amor. Porém, esses atributos não fazem da carreira de Paula um mar de rosas. Em recente entrevista a sertaneja, revelou que a fama de antipática não faz sentido e que esse rótulo surgiu no início de sua carreira.

“É que o meu universo é dominado por homens. E quando cheguei não tinha nenhuma mulher, imagina. Nível: pedia um banheiro químico dentro do camarim. ‘Mas que absurdo! Paula Fernandes faz mil exigências’, diziam. De fato, ninguém pedia isso. Mas eu sou menina. Logo depois comecei a ter que levar meu próprio piso pro palco, porque uso salto alto e tinham aqueles buracos enormes”, revelou Paula.

De acordo com a cantora foi por buscar melhorias, privacidade e conforto que sua fama de antipática ganhou proporções. Antes de explodir como sucesso a cantora batalhou bastante e não tinha uma produção estruturada para auxiliá-la com todas as situações que envolvem um cantor. “No boom da minha carreira, em 2011, foram 220 shows, mais entrevistas, apresentações em TV… Se eu tivesse uma equipe mais coesa, com mais preparo pra lidar com os fãs, não teria ficado com essa pecha de antipática. Eu errei também, mas garanto que nunca destratei ninguém”, esclareceu.

Paula já teve a hora de dividir o palco com o rei Roberto Carlos, em um especial de fim de ano da Rede Globo, hoje tem uma legião de fãs e suas músicas estão sempre em evidência. Ela justifica que sua relação com os empresários é a melhor possível.

E que durante o início e fim dos shows não tolera bagunça, já que o momento é de concentração.”Meu contato com os contratantes sempre foi bom. Mas é um contrato de respeito. Não vem bater na porta do camarim pra tomar uma pinguinha, uma cervejinha. Ali é um momento de concentração, não pode ter um monte de gente circulando. Depois do show, outro problema. Sou uma artista só pra milhões de fãs. Como faz? Sempre tem quem fique descontente porque não foi atendido, Aí eu sou fresca, difícil…” disse ela.