Siga-nos

Sem categoria

Palestra trata do perfil universitário no século XXI

Publicado

em

Cátia Andreia Dörr | Ascom FAAHF

02O educador Valther Maestro (foto), com 28 anos de experiência em sala de aula e vários livros lançados, esteve novamente em Luís Eduardo Magalhães e palestrou para os acadêmicos da Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira nesta quarta-feira, 26.

Na pauta, o perfil do universitário do século XXI. Taxativo, Valther disse que o acadêmico deste século, nativo da geração Y (nascidos entre 1980 a 2000) terá de primeiro adquirir algumas habilidades não características deste grupo, como paciência, persistência e resistência. “A geração Y tem mais facilidade em lidar com tecnologias, ditam as regras, têm ideias inusitadas, inovam, porém nada os satisfazem, são imediatistas e de pouca paciência”, pontua Maestro que também atua como consultor em grandes empresas em São Paulo.

01Nesse contexto estão os universitários de hoje: criativos e em constante busca pelo conhecimento, também característica do mercado de trabalho atual. “Nunca se produziu tanto conhecimento como nesta era, e somente estarão no mercado aqueles que detêm de conhecimento”, comenta Valther, ao ressaltar as mudanças no mercado de trabalho, com forte ascensão na prestação de serviço e não mais na agricultura e nas fábricas, a exemplo do início do século passado. “No mundo pós-industrial o trabalho não é mais como obrigação opressora, mas, sobretudo como um prazer criativo e estimulante”, explica.

Por outro lado, segundo Maestro, também existe uma necessidade emergente no planejamento dos novos contextos de sala de aula, de extensão e de pesquisa. “A universidade precisa atender as necessidades do presente, e o papel do educador é propor ao estudante o problema e orientá-lo na resolução deste”.

Para ele, educar no mundo de hoje, significa identificar a problemática, entende – lá, analisar e avaliar para ao final propor e argumentar soluções. “A era do conhecimento exige um novo estudante e uma nova universidade, o que é produzido em sala de aula é que faz uma instituição de ensino. É preciso retribuir e mostrar a sociedade o que se produz em ensino, pesquisa e extensão”, finaliza.

Visited 1 times, 1 visit(s) today
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *