Siga-nos

Sem categoria

Aprovação da Lei de Organização Básica deve aumentar efetivo do Corpo de Bombeiros

Publicado

em

Secom Bahia

Sede do Corpo de Bombeiros em Barreiras

Sede do Corpo de Bombeiros em Barreiras

Após terem sido indicadas pelo Poder Legislativo Estadual, na semana passada, como matérias a serem apreciadas em regime de urgência, foram aprovados na noite da última quarta-feira, 19, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, os projetos de lei (PL) 20.980/14 e 20.981/14, que instituem, entre outros itens, a organização básica da Polícia Militar da Bahia (PMBA) e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM-BA), respectivamente.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 138/2014, que desvincula o Corpo de Bombeiros da estrutura da PMBA e o coloca ligado à Secretaria da Segurança Pública (SSP), já havia sido aprovada por unanimidade pela Alba, em junho deste ano, porém é a Lei 20.981/14, aprovada nesta quarta, que organiza a estrutura da corporação, dando a ela condições administrativa e financeira para realizar licitações e contratos, bem como promoções no quadro funcional.

De acordo com o comandante de operações do Corpo de Bombeiros Militar, coronel José Nilton Nunes Filho, a aprovação da Lei de Organização Básica (LOB) representa um marco para a corporação. “Com isso teremos a estrutura de um novo órgão para poder desempenhar todo o arcabouço de bombeiro, não só a sua estrutura, mas também a parte orçamentária, e podemos ter a oportunidade de criar novas unidades e de uma promoção no Corpo de Bombeiros Militar”. O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia possui 15 Grupamentos de Bombeiros Militares (GBMs) e nove subgrupamentos de Bombeiros Militares (SGBMs).

Novas contratações
Com a incorporação dos 95 bombeiros formados em 2014, atualmente o Corpo de Bombeiros da Bahia dispõe do efetivo de 2,3 mil homens. De acordo com o coronel Nunes, a aprovação da lei também permitirá a contratação de novos bombeiros. “Essa Lei de Organização Básica nos dá a perspectiva de [chegar a] 5.058 homens. Há perspectiva muito boa de começarmos a avançar neste contexto [de incremento de pessoal]. Provavelmente novos concursos serão abertos e teremos mais presença em cidades onde ainda não estamos”. Além de 123 cargos comissionados, no CBM serão criadas 1,7 mil vagas para cabos.

Investimentos
Nos últimos anos, o Corpo de Bombeiros da Bahia recebeu investimentos que ampliaram a capacidade de atuação. Em 2012 e 2013, por exemplo, seis novos veículos, sendo um Auto Busca e Salvamento (ABS) e cinco Auto Bomba Tanque (ABT), passaram a integrar a frota da corporação. No mesmo período foi adquirida uma série de equipamentos (botas, luvas, capuzes, compressores de ar respirável, capacetes, desencarceradores, entre outros) permanentes para combate a incêndios, inclusive florestais.

Somente este ano, o Corpo de Bombeiros recebeu um novo incremento na frota com a aquisição de mais 15 pickups, 14 ABTs, 14 ABS, três veículos para produtos perigosos, três quadriciclos, uma moto aquática, entre outros que, juntos, totalizam R$ 7,4 milhões.

Inauguração da Torre de Treinamento
Ainda este ano, no 10º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), está prevista a inauguração da Torre de Treinamento. “É uma torre que tem entre 13 e 14 metros, com casa de fumaça, essencial para a formação dos bombeiros. Na oportunidade, entregaremos um novo canil todo estruturado já com dez cães da raça labrador, além da inauguração da academia de ginástica. Somos uma tropa e temos que estar em boas condições [físicas]”, disse Nunes.

O comandante de operações do Corpo de Bombeiros Militar informou ainda que, na ocasião, dois novos equipamentos serão apresentados à sociedade. “[Com] a Câmara Térmica, podemos, dentro de uma estrutura escura, com incêndio, identificar as pessoas e retirar as vítimas. O outro equipamento é para localização de pessoas em escombros”.

Reforma de quartel
Inaugurado pela primeira vez em 1917, o Quartel do 1º Grupamento de Bombeiros Militares (1º GBM), na Barroquinha, no Centro Antigo de Salvador (CAS), foi reformado e entregue em outubro deste ano. A obra, localizada na Praça dos Veteranos, na Barroquinha, custou R$ 6,2 milhões e integra o Plano de Reabilitação do Centro Antigo.

Fala Barreiras