Siga-nos

Sem categoria

10º BEIC faz a queima de bandeiras inservíveis em cerimônia prevista em lei

Publicado

em

Nesse domingo (19), Dia da Bandeira, o 10º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação – 10º BEIC, realizou na sede da corporação, a tradicional cerimônia de incineração das bandeiras inservíveis conduzida pelo comandante do Batalhão, Ten. Cel. Camilo Uzêda.

Na ocasião as bandeiras desgastadas foram depositadas em uma pira de metal e queimadas, sendo uma nova hasteada com a execução do Hino Nacional Brasileiro. A cerimônia que é prevista em lei, determina que a Bandeira Nacional seja incinerada, pois não pode ser armazenada, mas sim substituída a cada ano.

História
A atual bandeira nacional é a segunda republicana e o terceiro estandarte oficial do Brasil desde sua Independência. Desenhada por Décio Vilares, suas cores representam as belezas e riquezas do país. Popularmente, o verde representa as florestas; o amarelo, o ouro presente, na época, principalmente em Minas Gerais e o azul, céu, rio e mares.

As estrelas representam cada um dos estados, além do Distrito Federal. Acima da faixa, com as letras “Ordem e Progresso”, está apenas a estrela do Pará, conhecida como Spica – Alfa da Virgem. Além dela, estão representadas as constelações do Cruzeiro do Sul, representado estados como São Paulo e Rio de Janeiro, o Escorpião, com Paraíba, Sergipe e outros. A Bahia é representada pela Gama do Cruzeiro do Sul.

Fonte e foto: Dircom Barreiras

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras