Siga-nos

Política

Projeto apresentado pelo prefeito é imoral, diz deputada

Publicado

em

Por: Angela Natsumi

01A deputada Kelly Magalhães (PCdoB) mais uma vez subiu à tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) em defesa do povo de Barreiras. Na tarde desta terça-feira (10), a parlamentar fez um discurso incisivo contra a criação de três novas secretarias no município. “Para desgosto da população, o prefeito encaminha para a Câmara de Vereadores um projeto de urgência urgentíssima criando mais três secretarias e uma estrutura enorme de novos cargos comissionados, depois de demitir mais de 300 pessoas já contratadas”, disse.

A criação das novas secretarias e cargos irá gerar custo anual de mais de R$ 2 milhões – custo mensal de R$ 160 mil. “A criação de penduricalhos para agradar e fazer m aioria na Câmara de Vereadores para aprovar os projetos imorais que envergonham a população de Barreiras. Quero me solidarizar com a população e pedir à Câmara de Vereadores, especialmente ao vereador Carlos Tito, presidente da Câmara, e àqueles que têm a consciência da imoralidade deste projeto, que digam ao prefeito que a urgência urgentíssima é pagar a quem ele deve, é botar a cidade em dia”, cobrou a deputada.

Kelly afirma que o que se vê na cidade é um completo abandono e que o atual prefeito, Antônio Henrique, após um ano de gestão, ainda não disse a que veio. “Uma cidade esburacada completamente, uma administração que não paga o salário de seus servidores em dia, de um prefeito que insiste em dizer que não entende como um professor pode ganhar cinco mil reais, não construiu nenhuma obra, de um prefeito que decretou estado de emergência, que disse que a cidade estava na UTI e agora está matando de vez a cidade. O povo de Barreiras agora recebe mais esta traição”, reprovou.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barreiras Notícias - Fala Barreiras