Siga-nos

Eleições 2022

BAHIA:
Conheça melhor o perfil dos candidatos ao governo do estado que disputarão o segundo turno no próximo dia 30

Pesquisas que serão divulgadas nos próximos dias, revelarão as intenções de voto do eleitor baiano para o governo do estado…

Publicado

em

Eleições 2022

No dia 30 de outubro, os eleitores baianos voltarão às urnas para escolher entre ACM Neto (União Brasil) e Jerônimo Rodrigues (PT) para ocupar o cargo de governador da Bahia nos próximos quatro anos. No primeiro turno, Jerônimo teve 4.019.589 votos, 49,45% dos votos válidos e ACM Neto teve 3.316.644 votos, ou seja, 40,80% dos votos válidos.

Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Neto nasceu na cidade de Salvador, Bahia, e tem 43 anos. É casado com a administradora de empresas Mariana Barreto e é pai de 2 meninas, frutos de seu casamento anterior. Bacharel em direito, o ex-prefeito da capital do Estado é herdeiro de uma das mais tradicionais famílias políticas do país. Seu avô, Antônio Carlos Magalhães (ACM), governou a Bahia 3 vezes, além de ter sido eleito senador em 1994

ACM Neto enfrentou sua 1ª disputa pelo governo do Estado. Em sua carreira política, essa foi sua 7ª eleição. ACM Neto foi deputado federal em 2002, 2006 e 2010. Em 2008 se candidatou a prefeito de Salvador pela 1ª vez, no entanto, não foi eleito. Durante seu mandato como prefeito da capital baiana, ACM Neto defendeu a vacinação contra a covid-19, os direitos de religiões de matrizes africanas e comunidade LGBTQI+, e acessibilidade escolar na pré-escola. Sua gestão ficou marcada pela inauguração do Hospital Municipal de Salvador, implementação de novas unidades de saúde da família, e por registrar 75% de aprovação pelo seu desempenho enquanto prefeito de Salvador em 2020

Jerônimo Rodrigues Souza enfrenta sua 1ª eleição e busca sua 1ª vitória. O petista nasceu na cidade de Aiquara, Bahia, e tem 57 anos. É casado com a professora universitária Tatiana Velloso, com quem tem um filho. Jerônimo é formado em engenharia agrônoma e, além da carreira política, também é professor de nível superior. Começou a atuar na política em 2007 como assessor da secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia. Em 2011, durante o mandato de Jaques Wagner (PT), foi convidado para ser secretário executivo adjunto do ministério do Desenvolvimento Agrário, secretário nacional do programa Dignidade Menstrual, para estudantes da rede estadual, e o programa Mais Futuro, para assegurar a permanência de jovens na universidade.

A disputa entre os dois candidatos continua acirrada neste segundo turno. Lula, que obteve na Bahia 69,65% dos votos válidos, apoia de forma ostensiva o candidato petista, garantindo, também, a mobilização do eleitorado em seu favor. Por sua vez, ACM Neto, que não deu palanque a presidenciáveis e buscou manter-se distante da polarização Lula-Jair Bolsonaro. Com o objetivo de vencer no segundo turno, o candidato intensificou a estratégia de comparar sua trajetória política com a do adversário Jerônimo Rodrigues (PT). Em dois dias, o ex-prefeito de Salvador fez cinco publicações nas redes sociais digitais em que faz essa comparação. As novas pesquisas que serão divulgadas nos próximos dias, revelarão as intenções de voto do eleitor baiano para o governo do estado.

Vale lembra que o eleitor que não votou no primeiro turno, pode votar normalmente no segundo, desde que o título esteja regular.

Fala Barreiras