Siga-nos

Obituário

Dia de Luto no Futebol: Diego Maradona morre após parada cardiorrespiratória

A notícia foi dada pelo Jornal Clarín, da Argentina, e repercutida pelo Programa Seleção, do SporTV

Publicado

em

Morte de Maradona

O ano de 2020 se transformou num ano de péssimas notícias. Além do grande problema da Pandemia causada pelo Novo Coronavírus (Covid-19), personalidades importantes também deixaram a vida para entrar para história. Entre elas, o ex-jogador Diego Maradona. No início da tarde desta quarta-feira (25), o jornal argentino Clarín noticiou a morte de Maradona (Diego Armando Maradona), um dos principais jogadores de futebol da Argentina e expoente do esporte em todo o mundo.

A notícia repercutiu na imprensa mundial e no Brasil, foi anunciada pelo jornalista André Rizek, apresentador do programa Seleção do SporTV, durante o programa.

Diego Maradona morreu aos 60 anos de idade após sofrer uma parada cardiorespiratória. O ex-jogador e ex-técnico de futebol (dirigia o Gimnasia y Esgrima, da primeira divisão argentina) estava internado desde o início do mês de novembro. Ele chegou a realizar um procedimento cirúrgico para correção de uma hemorragia cerebral.

Há poucas semanas, Maradona havia passado por cirurgia no cérebro | Foto: Reprodução / Instagram / GE

Uma história de vitória

Um dos maiores jogadores de futebol da Argentina, Maradona nasceu no mês de outubro do ano de 1960, na cidade de Lanús, na Argentina. Don Dieguito, como era carinhosamente chamado por seus fãs, cresceu em Buenos Aires e desde muito cedo era admirado pelo singular talento com a bola no pé, se tornando um exímio jogador de futebol.

O ex-jogador foi revelado para o futebol pelo time Argentinos Junior, clube no qual Maradona jogava desde criança, aos nove anos de idade. Don Dieguito, em sua brilhante carreira de futebol, defendeu grandes clubes como Boca Juniors (Argentina), o clube em que encerrou sua carreira em 1977; o gigante Barcelona da Espanha, defendeu o Nápoli da Itália, o Sevilla da Espanha e o Newell’s Old Boys da Argentina.

Em sua carreira, Diego Maradona marcou 346 gols durante 680 partidas em que disputou como jogador profissional. Em 1986, ele chegou ao auge de sua carreira, quando conquistou a Copa do Mundo por seu país, oportunidade em que foi agraciado pela Bola de Ouro, prêmio dado ao melhor jogador do torneio.

Morte de Maradona

Durante a Copa de 1986, Maradona marcou cinco gols, inclusive o gol de mão contra a Inglaterra, gol este que se tornou o mais famoso de sua trajetória.

A morte de Maradona marca o fim de uma época e sua trajetória o consagrou como um dos maiores jogadores de futebol, não só da Argentina, mas do mundo.

Maradona deixa três filhas (Dalma, Gianinna, Jana) e dois filhos (Diego e Diego Fernando).

Times e personalidades lamentaram a morte do jogador

Em sua rede social, Pelé ressaltou que perdeu um grande amigo e que o mundo perdeu uma lenda. Leonel Messi disse que esse é um dia muito triste para os argentinos e para todo o mundo. Já o jogador Cristiano Ronaldo reforçou que o mundo perde um gênio e que Maradona nunca será esquecido.

O ex-jogador Romário declarou que Maradona também conquistou o mundo com sua alegria e personalidade e que o argentino foi um dos melhores jogadores que ele já viu em campo.

O Napoli, time no qual Maradona jogou, publicou que é tempo de lágrimas e que não há palavras para descrever a dor da perda do ídolo. Já o Boca Júnior declarou que é eternamente grato a Maradona e que ele é eterno.

Até o presidente da Argentina, Alberto Fernández, lembrou que Maradona levou o país ao topo do mundo e que trouxe alegria aos argentinos.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 01
Falabarreiras Notícias 02
Falabarreiras Notícias 20