Siga-nos

Destaques

Servidores municipais de São Desidério protestam em frente à prefeitura por reajuste salarial

Sindicato reivindica reajuste salarial de 4,58%, além de extensão das letras, correções dos níveis III, IV, V, VI e VII

Publicado

em

Fotos Facebook de Maristela Prado, servidora do município de São Desidério

Servidores públicos municipais de São Desidério ocuparam na manhã dessa terça-feira (04), a praça em frente ao prédio da Prefeitura do Município em protesto pela falta de reajuste salarial. A manifestação foi convocada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Desidério – SINDSESD. O motivo da greve, segundo a entidade, é a falta de negociação com a administração municipal do reajuste salarial da categoria.

De acordo a presidente, Baronisa Santos, foi realizada uma assembleia na última quarta-feira (22), onde foram debatidos vários assuntos de interesse da categoria, e ficou deliberado a mobilização para reivindicar o aumento salarial de 4,58%, extensão das letras, correções dos níveis III, IV, V, VI e VII.

Ainda segundo Baronisa, durante a atual gestão, eles fizeram algumas reuniões e foi prometido um novo Plano de Cargos e Salários e ao longo desses 30 meses essa mesa de reunião não evoluiu a contento. Lembrou ainda que o reajuste concedido de 3,75% referente a 2018 está abaixo da inflação.

“A inflação e o índice acumulados nos últimos doze meses, até março é de 4,57%. Estamos reivindicando um plano de cargos e salário novo, o nosso é de 2004 e não condiz com a realidade atual do município, a tabela tem uma tremenda discrepância no nível III. O quinquênio tem no plano de estatutos e o gestor não paga, o indexador é pago em cima do salário mínimo”, finalizou a representante sindical.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras