Siga-nos

Brasil

Você sabe por que o preço da gasolina subiu tanto? Entenda a alta no valor desse combustível

O preço da gasolina sofreu um aumento de 17% entre maio e a primeira quinzena de dezembro

Publicado

em

Não é apenas impressão dos motoristas, o preço da gasolina realmente está mais caro. Segundo o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), índice baseado nos valores cobrados nos 18 mil postos credenciados na Ticket Log, o preço do combustível sofreu um aumento de 17% entre maio e a primeira quinzena de dezembro.

A Ticket Log também aposta que, até o fim de 2020, o preço da gasolina deve voltar ao patamar cobrado antes da pandemia.

Mas por que o preço da gasolina subiu tanto?

No início da pandemia, a gasolina chegou a custar R$ 0,90, em função da redução da demanda por transportes, por conta das medidas restritivas de isolamento.

Porém, à medida que os serviços voltaram a ser utilizados normalmente e as pessoas voltaram a trabalhar fora de casa, esse valor foi incrementado com aumentos sucessivos. Por isso, hoje o preço médio da gasolina é de R$ 1,73 na refinaria.

Somado a isso, a alta no preço do petróleo no mercado internacional, influenciado pelas boas perspectivas de retorno a vida normal por conta das vacinas contra a COVID-19, bem como pela transição de governo nos Estados Unidos, também impacta no preço da gasolina praticado no Brasil.

Além disso, a Petrobras também argumenta que os seus preços consideram a chamada parida de de importação, que pode ser impactada pelas cotações internacionais do petróleo e pelo valor do câmbio, entre outros fatores.

preço da gasolina

Tudo isso contribui para que a estatal petroleira anuncie novos aumentos para os combustíveis – o que puxa o seu preço para cima.

O aumento mais recente foi divulgado no último dia 15 e atingiu tanto o preço da gasolina e quanto do diesel nas refinarias. De acordo com a empresa, a gasolina teve um aumento de 3% e o diesel foi ajustado em 4%. O repasse desse valor para o consumidor depende de uma série de questões, como margem de distribuição e revenda.

De qualquer forma, esse tipo de reajuste é sempre visto com desconfiança pelas pessoas que já estão com o orçamento apertado pelo preço dos alimentos e pelo valor de manutenção dos transportes. Por isso, qualquer aumento faz muita diferença no bolso do consumidor e gera muita reclamação – e com razão.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 01
Falabarreiras Notícias 02
Falabarreiras Notícias 20
Falabarreiras Notícias 42