Siga-nos

Brasil

Rio de Janeiro: As praias serão fechadas nesse final de ano?

Como ficará o Reveillon no Rio de Janeiro em 2020? A
Véspera de Ano Novo está ameaçada pelo Covid-19?

Publicado

em

Estamos chegando ao final do ano de 2020 e muita gente anda preocupada com a Covid-19. Porém, para muitos brasileiros, é como se a doença não existisse mais. Muitas pessoas tem ignorado as restrições e seguido a vida normalmente. O resultado tem sido visto diariamente nas estatísticas, com um aumento significativo em algumas cidades do país, principalmente após as Eleições 2020.

Por isso, diversos estados e prefeituras têm tomado algumas medidas para evitar lotações em seus hospitais. Muitas das medidas que alguns estados veem tomando são o fechamento de praias e a proibição de banhistas de frequentarem certas regiões. Mas ainda discute-se muito a respeito se as praias do Rio de Janeiro serão fechadas esse final de ano.

Comitê fala sobre o fechamento das praias no Rio de Janeiro

Foi realizada uma reunião com o prefeito do RJ, Marcelo Crivella e o Comitê Cientifico da Prefeitura. Na ocasião o prefeito falou justamente sobre aumentar as medidas com relação ao isolamento social, sendo inclusive sugerido um pedido a proibição de banhistas nas áreas das praias.

Em alguns dias de dezembro após as eleições foram confirmados mais de 3 mil casos/dia do novo coronavirus no estado do Rio de Janeiro. O estado já totaliza mais de 300 mil casos de Covid-19 desde o mês de março, quando começou a pandemia no Brasil.

Após a reunião, o prefeito chegou a dizer que se reuniria com o Governo em busca de novas alternativas e orientações para que pudesse tomar suas decisões. E disse que já foi pedido para que o número de transporte público fosse aumentado para que os ônibus não andem superlotados durante esse período.

Durante essa reunião o Comitê também pediu para que o prefeito Marcelo Crivella proibisse o funcionamento de bares e também restaurantes depois das 22 horas. Essa medida de toque de recolher já foi tomada em alguns estados brasileiros e tem sido bem acatado por diversas cidades. Podemos citar por exemplo, o Paraná onde diversas cidades aderiram ao toque de recolher sugerido pelo estado.

Novas medidas restritivas para o Rio de Janeiro

Uma reunião entre Cláudio Castro, o governador do Rio de Janeiro, e o prefeito Marcelo Crivella foi realizada e discutiu-se sobre as novas medidas que devem ser tomadas para que possa ser evitado o aumento do covid-19 no Rio de Janeiro.

O governo espera não ter que fechar as praias pois o verão está muito próximo, por isso espera tomar algumas medid as com relação a isso. Foi discutido nessa reunião a questão de começar uma campanha para conscientizar a população do Rio de Janeiro. Um dos maiores desafios que está sendo encontrado no estado é a questão de todos os finais de semanas estarem lotadas as praias.

Quanto ao funcionamento de escolas, o prefeito afirmou que provavelmente será pedido às escolas particulares que ainda estão em funcionamento que adiantem as férias escolares. Também foi falado sobre a questão dos comércios que provavelmente terão alterações nos horários de funcionamento, para até mesmo mudar o número de pessoas que compartilham o mesmo transporte público.

Falhas nas medidas de prevenção

Uma nota da Universidade Federal do Rio de Janeiro foi publicada informando sobre o rápido aumento dos casos de Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro. Juntamente foi pedido o fechamento das praias e outros eventos dentro da cidade do Rio de Janeiro. Confira a nota:

“Estamos diante de um quadro muito preocupante no município do Rio”. “O aumento dos casos já está provocando grande estresse no sistema de assistência à saúde (…) A média móvel de sete dias do percentual de ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (UTI adulto) dedicados à covid-19 (UTI/Srag – Síndrome Respiratória Aguda Grave) na Região Metropolitana I está em 93,5%. Já a média móvel de sete dias do percentual de ocupação de leitos de suporte à vida da Rede SUS no município está em 102,1%. Ou seja, não há vagas para internação.”

Essa questão pode gerar problemas ainda maiores, devido às condições dos hospitais e dos leitos que possuem. Pode ocorrer até mesmo de muitos pacientes não conseguirem tratamento e vindo a falecer antes mesmo de qualquer cuidado.

Rio de Janeiro cancela Festa de Réveillon

Nesta terça-feira, 15 de dezembro, a prefeitura da capital fluminense cancelou a realização do Réveillon do Rio de Janeiro, considerado uma das maiores festas de ano novo do mundo. O prefeito, Marcelo Crivella, informou que a decisão foi necessária para a proteção de todos.

“A festa será a da esperança por bons resultados das vacinas para conter a pandemia. Será ainda um momento de reflexão sobre um ano difícil, de luta, com lamentáveis perdas de tantas pessoas. E será também hora de dar graças a Deus pelas vidas salvas”, afirma o prefeito, em comunicado enviado à imprensa para informar o cancelamento do Réveillon.

Inicialmente havia uma previsão de realização da Festa de Réveillon Rio 2021 por meio de shows sem a presença de público e com transmissão pela internet e televisão, mas a ideia foi cancelada.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 01
Falabarreiras Notícias 02
Falabarreiras Notícias 20
Falabarreiras Notícias 42

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras