Siga-nos

Brasil

Polícia Federal realiza prisão do ex-deputado Roberto Jefferson por promover ataques às instituições democráticas

Presidente do PTB é apontado como integrante de uma milícia digital que promovia ataques principalmente contra integrantes do STF…

Publicado

em

Prisão de Roberto Jefferson

Ex-deputado Roberto Jefferson, preso na manhã desta sexta-feira(13) | Foto: Pablo Valadares / Câmara dos Deputados

Caiu como uma bomba no meio político, a prisão do do presidente do PTB e ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), na manhã desta sexta-feira (13). A ordem de prisão partiu do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

No seu despacho, o ministro do STF acusa Jefferson de integrar uma suposta milícia digital que visa promover ataques às instituições democráticas, entre elas o STF.

A prisão do ex-deputado foi realizada pela Polícia Federal (PF), que atribui a Jefferson a atuação em uma milícia digital, que tem realizado diversos ataques às instituições.

Aliado do Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), Jefferson publicou recentemente um vídeo nas redes sociais afirmando que se não houvesse o voto impresso, não haveria eleição.

O presidente do PTB publicou em uma das suas redes sociais que a PF estaria em endereços de pessoas ligadas a ele. “A Polícia Federal foi à casa de minha ex-mulher, mãe de meus filhos, com ordem de prisão contra mim e busca e apreensão. Vamos ver de onde parte essa canalhice”.

Vale destacar que em 2012, Jefferson foi delator no processo do “Mensalão” e chegou a ser condenado à prisão.

Barreiras Notícias - Fala Barreiras