Siga-nos

Brasil

INSS: Reabertura das agências é marcada por filas e falta de peritos em todo o país

Agências funcionam de forma parcial e médicos peritos não retornam ao trabalho por falta de segurança

Publicado

em

Após mais de 5 meses de portas fechadas em função da pandemia da Covid-19, nesta segunda-feira (14), agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomaram o atendimento presencial em todo o país. Porém, em muitos locais, essa reabertura foi marcada por reclamações de pessoas que se deslocaram até as agências e não foram atendidas.

Além de enfrentar filas extensas, os segurados foram surpreendidos com a notícia de que as perícias estão suspensas por tempo indeterminado – informação que não foi corretamente divulgada.

De acordo com Leonardo Rolim, presidente do INSS, os segurados com horário marcado para a perícia haviam sido avisados por e-mail, SMS e pelo aplicativo Meu INSS, de que as perícias estavam suspensas. Porém, as pessoas que procuraram as agências nesta segunda-feira (14) alegaram que não foram avisadas sobre essa suspensão.

Por que as perícias do INSS estão suspensas?

A suspensão das perícias ocorre após a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais (ANPM) anunciar que os médicos peritos não retornariam ao trabalho em função da falta de segurança para a realização de atendimentos presenciais durante a pandemia.

Segundo a Associação, das 800 agências do INSS espalhadas por todo o país, somente 12 apresentam as condições necessárias para garantir a segurança dos servidores diante da Covid-19. Além disso, a maior parte das agências não possui equipamentos de proteção individual, o que impossibilita o trabalho dos médicos.

Quando os atendimentos serão normalizados?

A data para a retomada da realização das perícias ainda não foi anunciada. Nessa primeira etapa de abertura, apenas o segurado com perícia agendada poderá ser atendido, desde que ele reagende a sua consulta.

Vale lembrar que os atendimentos referentes a avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa ou judicial e reabilitação profissional, podem ser realizados presencialmente. Já as solicitações referentes a aposentadoria, pensão, salário maternidade, continuam sendo realizadas de forma remota. De acordo com o INSS, o objetivo dessas restrições é evitar o surgimento de aglomerações dentro e fora das agências.

Para que ocorra uma reabertura total, as agências precisam adotar uma série de medidas preventivas estabelecidas na portaria nº 924 publicada no Diário Oficial da União na última sexta-feira (11).

Como reagendar sua perícia

Caso você tenha alguma perícia agendada para os próximos dias, precisará reagendar a sua consulta através do app Meu INSS ou ligando no número 135. Ao realizar seu agendamento, você será orientado com relação a qual agência você receberá seu atendimento.

Também é importante lembrar de que o uso de máscaras é obrigatório dentro das agências e que todas as pessoas que quiserem entrar nesses locais terão suas temperaturas medidas.