Siga-nos

Brasil

Ato na esplanada homenageia as mais de 50 mil mortes provocadas pelo Covid-19

Inciativa foi do movimento Democracia Sem Fronteiras, que também distribuiu máscaras e questionou a omissão do vírus por parte do governo chinês

Publicado

em

Maria Isabel | Objetiva Assessoria | Fotos: Rayan Ribeiro

O movimento Democracia Sem Fronteira realizou, na manhã deste domingo (21), durante uma manifestação na Esplanada dos Ministérios, uma ação em homenagem às mais de 50 mil vidas perdidas por causa do Covid-19.

“Números tão tristes como estes fez com que o movimento Democracia Sem Fronteiras organizasse um ato em memória as vidas que foram perdidas por causa do Covid-19”, afirma Bruna Corcino, presidente do movimento.

Durante a ação o grupo levou placas questionando a omissão do Governo Chinês sobre o coronavírus. Segundo o Democracia sem Fronteiras há indícios de que a China sabia da existência do vírus desde agosto de 2019.

O movimento também fez entregas de máscaras durante o protesto, para reforçar a importância dos cuidados de prevenção ao covid-19.

Sobre o Democracia Sem Fronteiras

O Democracia sem Fronteiras, criado em novembro de 2019, descreve-se como um movimento de pessoas engajadas no fortalecimento e na defesa do direito à democracia em todos os países do mundo. Desde o início da Pandemia, o movimento tem sido uma das organizações sociais que vem promovendo ações cobrando uma resposta do Governo Chinês pela omissão de informações, reforçando que a Pandemia poderia ter sido radicalmente minimizada se tratada com a transparência e imediata resposta que o caso, exigia.