Siga-nos

Bahia

Governo do Estado não garante a realização de festas de Réveillon este ano, diz Rui Costa

Além de grandes festas de Réveillon, Governo do Estado ainda não garante que será possível realizar o Carnaval 2022. Saiba mais!

Publicado

em

O Governador da Bahia, Rui Costa, declarou que ainda não é possível afirmar que festas de Réveillon e até mesmo o Carnaval 2022 poderão acontecer. A declaração foi realizada durante entrevista coletiva para órgãos de imprensa da Região Oeste da Bahia, realizada nessa segunda-feira (16).

“Eu não afirmo que não vai ter carnaval ou que não vai ter festa, mas acho prematuro dizer que vai ter ou incentivar. (…) Eu não estou dizendo para ninguém comprar. Quem quiser comprar pacotes de Réveillon, compre. O que eu estou avisando, e tenho obrigação de avisar, é que o Governo do Estado não garante que vai ser permitido fazer festa com 2 mil, 3 mil, 5 mil, 10 mil pessoas no Réveillon”, afirmou Rui Costa.

O Governador do Estado também lembrou que as vacinas têm sido fundamentais para reduzir as taxas de internação e o número de mortes por COVID-19 em toda a Bahia.

No entanto, outros países que já estão com a vacinação contra o coronavírus avançada, como Israel, que já vacinou 80% da população, estão estudando o retorno de medidas restritivas em função do avanço da variante delta no país, que tem aumentado o número de contaminação da doença.

Vale lembrar que a variante delta possui uma taxa de contágio muito maior do que outras variantes de COVID-19. Por isso, apesar de não ser mais agressiva à saúde, a sua velocidade de contágio preocupa autoriedades de saúde pública de todo o mundo, que já se preparam ou já enfrentam uma nova onda de coronavírus.

Ainda segundo Rui Costa, não são apenas os países estrangeiros que estão enfrentando novas ondas de contágio por coronavírus. No Brasil, cidades como Brasília e Rio de Janeiro, já estão enfrentando o aumento do número de casos de COVID-19.

“É muito cedo para fazer previsão para Reveillon, para Carnaval, para partida de futebol. Vamos aguardar porque, infelizmente, esse vírus está desafiando a ciência, desafiando a medicina e nós não podemos facilitar com ele”, afirmou o gestor.

Número de contaminados por COVID-19 parou de cair

Em outra entrevista concedida nessa segunda-feira (16) à Rede Bahia, o Governador lembrou que os últimos dados divulgados pela Secretária de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) revelaram que fazem 4 dias que o número de casos de coronavírus e o número de internações pararam de cair no estado baiano e se estabilizaram.

Por isso, embora os dados epidemiológicos da COVID-19 na Bahia tenham revelado que esses números sofreram uma grande diminuição nas últimas semanas, essa estabilização liga o sinal de alerta e mostra que seguir medidas de distanciamento social, adotar medidas de higiene e manter o uso de máscaras faciais ainda é necessário para enfrentar a COVID-19.

“Se a gente brincar com essa doença, ela pode voltar com muita força e agravar todos os prejuízos que ela deu até aqui”, declarou Rui Costa.

Fala Barreiras