Siga-nos

Bahia

Bahia tenta atrair novas fábricas para recuperar empregos perdidos com a saída da Ford

O Governador da Bahia, Rui Costa, visitou Embaixadas para apresentar a infraestrutura do Estado e tentar atrair investimentos…

Publicado

em

Governador da Bahia

Imagem destaque: Governador Rui Costa em reunião na Embaixada do Japão | Foto: Carlos Prates/GovBA

O Governador da Bahia, Rui Costa, tem buscado apoio para atrair recursos estrangeiros para o estado após o anúncio do anúncio do fechamento das fábricas da Ford no Brasil.

Uma das unidades da Ford que encerrará suas operações no país fica na Bahia, na cidade de Camaçari. De acordo com Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, a previsão é que o fechamento dessa unidade provoque a perda de cerca de 60 mil vagas, diretas e indiretas, em quase 30 empresas.

Por isso, nesta terça-feira (19), o Governador da Bahia visitou as Embaixadas da Índia, Coréia do Sul e do Japão, países que possuem grandes fabricantes de automóveis que poderiam investir no estado.

Governador da Bahia
Reunião na Embaixada da Índia | Foto: Carlos Prates/GovBA

Nesses encontros, Rui Costa pode apresentar a infraestrutura do parque automobilístico do Estado, bem como do complexo petroquímico, portuário e da soja, além da força de trabalho com expertise no setor automobilístico e a garantia de que o Estado vai contribuir para que uma nova indústria se instale na Bahia.

“Vamos continuar trabalhando, buscando as Câmaras de Comércio, buscando as empresas estrangeiras. Será um caminho duro, árduo, porque o mundo passa pela pandemia, por uma crise econômica, especialmente o Brasil. O que nós ouvimos muito aqui foi isso. Infelizmente o Brasil agravou nos últimos anos sua crise institucional, crise política, crise econômica, e tornou ainda mais difícil trazer investimento para o Brasil”,

declarou Rui Costa após se reunir com os representantes de outros países.

Apesar disso, o Governador da Bahia se mostrou confiante e otimista na vinda de novos investimentos para o Estado.

“Nós vamos trabalhando duro e, com fé em Deus, nós haveremos de senão em curtíssimo prazo, nós em breve poderemos anunciar novos investimentos no Estado da Bahia e finalmente encontrar fabricantes de peso que possam substituir os empregos perdidos no caso da Ford”, afirmou Rui Costa.

Além do Governador da Bahia participaram desses encontros, o vice-governador, João Leão; presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Antônio Alban; o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, Júlio Bonfim; entre outros membros importantes do governo.

Seja integrante de nosso grupo de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 42