Siga-nos

Meu Pet

Com calor aumenta a importância de redobrar os cuidados contra pulgas e carrapatos em pets

Publicado

em

A saúde de cães e gatos preocupa cada vez mais os tutores. De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), o volume de consultas veterinárias cresceu 43% somente no ano de 2020. “O estudo indica que os ‘pais de pets’ entendem cada vez mais, que é importante manter a rotina de cuidados preventivos, antecipando-se a eventuais problemas”, explica Sergio Perelman, gerente de produtos e de marketing da linha pet da Syntec do Brasil.

“Manter o acompanhamento da saúde dos pets é essencial para a qualidade de vida de cães e gatos”, complementa. “Sempre recomendamos aos tutores que consultem periodicamente um médico veterinário ou, no mínimo, mantenham contato próximo com o profissional que acompanha o seu pet. Essa proximidade com o profissional ajuda a evitar diversos tipos de doenças que, devido aos sintomas, muitas vezes podem demorar a ser descobertas, causando risco a vida do pet.”

Entre esses problemas silenciosos, estão as infestações de pulgas e carrapatos. Além da coceira e das alergias, esses parasitas podem transmitir doenças graves como, por exemplo, a erliquiose, que atinge, principalmente, os cães. Seu diagnóstico se torna difícil por conta das diversas manifestações clínicas e requer tratamento rápido.

“A erliquiose pode causar febre, anemia, perda de apetite, redução de peso, manchas na pele, fraqueza muscular e, em estados avançados, sangramento nasais e vômitos”, explica a médica veterinária Stefanie Poblete, analista técnica de marketing da Syntec.

No que se refere aos gatos, é preciso ficar atento ao micoplasma felino. Conhecida como a ‘doença da pulga’, o problema é causado por uma bactéria transmitida possivelmente por meio da picada desses parasitas. “Uma vez inserida na corrente sanguínea, invade e se adere parcialmente à superfície dos glóbulos vermelhos do sangue, causando sua destruição e originando anemia”, esclarece Stefanie.

A melhor maneira de prevenir essas doenças é evitar que os pets sejam infectados com os parasitas. Para isso, uma das soluções eficazes e seguras disponíveis no mercado é Tecspot®

, desenvolvido pela Syntec. Em forma de pipetas, contém fipronil, eficaz no controle de pulgas e carrapatos. Com amplo espectro de ação, é amplamente reconhecido pela classe veterinária e pode ser utilizado em filhotes e adultos a partir de 8 semanas de idade.

Tecspot®   auxilia na prevenção e controle de doenças infectocontagiosas, prevenindo, controlando e tratando ectoparasitoses em cães e gatos de todas as raças e portes. Além disso, atua de forma completa nos pets e em ambientes, prevenindo o risco de reinfestação. Para eficácia completa, é recomendado reaplicar Tecspot® a cada 28 dias.

Em caso de doenças já instaladas, é necessário procurar um médico veterinário que indicará o melhor tratamento para o pet.

A Syntec do Brasil tem amplo portfólio e oferece Doxitec oral, à base de hiclato de doxiciclina. O produto é palatável e de amplo espectro de ação. Ele age contra bactérias Gram-positivas e Gram-negativas. “Além de ser muito importante no tratamento da erliquiose e de outras doenças infectocontagiosas, Doxitec é indicado para o tratamento de infecções dos tratos respiratório, gastrointestinal e gênito-urinário. É seguro, eficaz e de confiança”, finaliza o gerente da Syntec.

Sobre a Syntec
A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira com 18 anos de história e foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras