Siga-nos

Meio Ambiente

A obrigação de diminuir a poluição atmosférica

Publicado

em

poluição atmosférica

Dividida em cinco camadas, a atmosfera possui funções diferentes em cada uma delas. Pelo menos esse é o conhecimento que temos até o momento. No entanto, é na camada que está mais próxima da terra que localizamos a maior presença do ar que respiramos: o oxigênio. É nessa camada que ocorrem as formações de vento e chuva e de onde retiramos elementos necessários para a nossa existência.

Alterações e danos que ocorrem nessa composição causadas pela poluição do ar e suas consequências ocasionadas diretamente sobre a vida da natureza e dos seres vivos vão depender muito de quanto poluente foi liberado em processos de produção da humanidade.

É importante ter em mente que as indústrias são causadoras desse imenso distúrbio conhecido como poluição do ar. Existem também questões como a ausência de tratamento da água que volta para a natureza e de restos tóxicos que são inseridos no meio. 

Além disso, o desmatamento colabora com a erosão do solo que, uma vez comprometido, reduz o oxigênio da atmosfera, causando problemas à saúde de humanos, flora e fauna.

Alguns desses problemas, inclusive, podem ser irreversíveis.

Todos os dias toneladas de gás carbônico são lançadas para a atmosfera no mundo todo através do escapamento de nossos veículos, por exemplo, e se tornaram um problema gigantesco para a poluição, que acaba também agravando o efeito estufa e trás cada dia mais doenças novas que podem até mesmo vir a exterminar a vida humana em algum momento.

Problemas relacionados a poluição do ar

Como já dissemos, o oxigênio é essencial para a nossa existência. 

Não temos como evitar respirar! 

E justamente por isso a poluição do ar é tão preocupante e deve ser levada a sério.

A saúde das pessoas e o meio ambiente são diretamente afetados por essas falhas e algumas doenças já são relacionadas a essa realidade cada vez mais tóxica. Veja algumas delas:

  1. Irritação das principais mucosas humanas (nariz, garganta e olhos);
  2. Problemas de respiração;
  3. Tosse;
  4. Aparecimento de problemas cardíacos;
  5. Aumento da asma;
  6. Pulmões cada vez mais fracos;
  7. Aumento de casos de câncer;
  8. Sistema imunológico baixo;
  9. Sistema reprodutor baixo.

A lei Brasileira x Poluição Industrial

Existe um padrão de qualidade que o ar deve manter e que foram estabelecidos em 1976 pelo Decreto Estadual número 8468/76 para os estados, assim como existe padrões nacionais que foram determinados pelo IBAMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) e regulamentados pelo CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente) através da resolução CONAMA número 03/90.

Por isso, não dê bobeira! Mantenha sua empresa regular e ajude o meio ambiente a continuar garantindo a nossa sobrevivência. Essa é uma obrigação de todos!

O uso eficaz do lavador de gás para controle da poluição industrial

Os lavadores de gases possuem diversas vantagens e são indispensáveis para algumas propostas de empresas. Sendo a maior de sua conveniência a habilidade de tratar todos os estados de um poluente (sólido, líquido e gasoso), eles conseguem trabalhar nas até condições mais difíceis. É dessa forma que os níveis de poluição que vão para a atmosfera se tornam menores,com cuidado e prevenção por parte de todos.

Existem também os lavadores úmidos, um nome comum para os maquinários que controlam a poluição da parte gasosa separando aquilo que pode ser tóxico em forma de líquido, para absorver. O sistema de exaustão e lavagem de gases consegue entrar em contato com os gases através do líquido que é utilizado para absorção e isso garante que os poluentes se dissolvam.

As capelas de exaustão também podem auxiliar na poluição industrial.

Esses pequenos pedaços aeros acabam transferidos de um estado para outro por meio de técnicas de impacto de inércia, sedimentação da gravidade, difusão browniana, eletrostática, difusão térmica e o transporte de massa. Tudo isso acompanhado por uma importante reação química.

Você conhece todos os benefícios que um lavador de gases pode trazer para a sua empresa? Vamos mostrar alguns:

  1. Sem fonte secundária de pó.
  2. Não precisa de espaços muito grandes.
  3. Consegue capturar gases e materiais bem pequenos (partículas).
  4. Sem dificuldades para agir com gases de alta temperatura ou muita umidade.
  5. Custo baixo.
  6. Algumas vezes já mantém os gases em alta pressão.
  7. Tira com grande habilidade materiais muito finos

Para adquirir um lavador de gases de confiança, contate um representante oficial e tire suas dúvidas. 

É sempre importante se manter atualizado, dentro da lei e garantindo a saúde de todos.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras