Siga-nos

Copa América

Os selecionados de Tite para a Copa América

Nesse ano de 2019, nosso país recebe o torneio e a responsabilidade é acrescida

Publicado

em

Seja qual for a edição da Copa América, a seleção do Brasil entra sempre em prova com muita responsabilidade em seus ombros. Nesse ano de 2019, nosso país recebe o torneio e a responsabilidade é acrescida. Além de jogar em seu território, a equipe comandada por Tite tem uma herança bem pesada: sempre que o Brasil disputou uma edição da Copa América em solo nacional, terminou erguendo o troféu. Será que vai manter essa marca? Esses são os 23 selecionados.

Tite foi bem direto na hora de divulgar a convocação para essa Copa América 2019, ao considerar que foi a “lista mais difícil de elaborar” desde que assumiu os destinos da “Canarinha”. Na lista final de 23 jogadores divulgada, 14 deles marcaram presença na última grande competição em que a seleção brasileira esteve envolvida, nada mais nada menos que a Copa do Mundo de 2018, disputada na Rússia. Alisson, Ederson, Cássio, Marquinhos, Thiago Silva, Fagner, Miranda, Filipe Luís, Coutinho, Casemiro, Fernandinho, Firmino, Gabriel Jesus e Neymar são os nomes que vão marcar presença na segunda fase final consecutiva ao serviço da seleção. De resto, Fernandinho, campeão com o Manchester City junto aos colegas Ederson e Gabriel Jesus, não constava entre os relacionados de Tite precisamente desde a disputa da Copa. Todos os encontros dessa Copa América 2019 vão estar disponíveis para aposta online com a Betfair, especificamente os do grupo A que reúne Brasil, Bolívia, Peru e Venezuela.

Nesse grupo de 14 “repetentes” em relação à Copa do Mundo, dois deles pertencem ao trio de atletas que atuam em clubes brasileiros e foram relacionados. Cássio e Fagner, ambos do Corinthians, tornam a desfalcar o time Paulista para poderem estar com a seleção. O terceiro elemento é Everton, jogador do Grêmio que também consta entre os 23.

Uma das maiores dúvidas para essa lista de Tite correspondia a quem ficaria com uma das vagas no ataque. Na briga estavam Vinicius Junior, jogador que brilhou no Real Madrid, mas se machucou no final da temporada, Lucas Moura, herói do Tottenham na briga pelo acesso à final da Liga dos Campeões, e David Neres, uma das figuras da memorável campanha do Ajax tanto na Liga dos Campeões quanto nas provas domésticas. Tite optou por atribuir a vaga a David Neres, jogador dos “Godenzonen”.

Questionado pela imprensa, Tite explicou também a ausência de Fabinho, volante que pegou destaque na ótima temporada do Liverpool. O fato de estarem três jogadores em “altíssimo nível” para as mesmas funções segundo o técnico – Casemiro, Fernandinho e Fabinho – complicou a escolha, mas o jogador dos “Reds” acabou ficando de fora.

Em resumo, para a defesa do gol, Tite repetiu as escolhas efetuadas para a Copa da Rússia ao chamar Alisson, Ederson e Cássio. Para a zaga, Tite vai ter como opções Dani Alves (retornou à seleção), Fagner, Alex Sandro, Filipe Luís, Miranda, Thiago Silva, Marquinhos e Éder Militão. Para o meio de campo, vai poder contar com Casemiro, Arthur, Fernandinho, Allan, Lucas Paquetá e Coutinho, ao passo que para montar o ataque dispõe de Neymar, Everton, David Neres, Richarlison, Roberto Firmino e Gabriel Jesus.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras