Siga-nos

Literatura

CULTURA!
Inicia nesta terça (01), webinário de prosa e poesia

Oito autores de Barreiras participam até sexta-feira como convidados…

Publicado

em

Literatura

O Webinário Prosa e Poesia de Barreiras e Cia começa nesta terça-feira (01) com a participação de oito autores da Academia Barreirense de Letras (ABL) como convidados. O evento, que termina na sexta-feira (04), terá transmissão no canal Universidade da Gente, no YouTube, sempre a partir das 19h.

Com quatro eixos temáticos, a coordenação geral dos encontros virtuais é da professora Leandra Fernandes Saraiva, que fará a abertura oficial dia 1º com a participação especial do presidente da ABL, Valney Rigonato.

Em seguida a mesa debate ‘O que a vida faz das palavras – poesia’, com a participação dos poetas Airton Pinto e Antônio de Pádua, com mediação do também professor e escritor, Gildeci de Oliveira Leite (Uneb).

Na quarta-feira (02) a conversa será sobre o tema ‘Literatura de Cordel’, com os poetas Zeca Pereira e Raimundo Corado como convidados. A mediação será da professora, gestora e produtora cultural, Diva Bonfim.

Na quinta-feira (03) ‘Palavras para construção identitária’ reúne as professoras e escritoras Ananda Lima e Márcia Rasia, com mediação da professora Filismina Fernandes Saraiva (Uneb).

Para o encerramento, dia 04, com mediação de Gildeci leite, a professora aposentada Nadir Xavier de Andrade e a jornalista Miriam Hermes vão debater sobre ‘Histórias que encantam – romances e biografias’

.

O projeto foi selecionado pelo Prêmio Cultura na Palma da Mão e tem apoio financeiro da Secretaria de Cultura da Bahia, através da Lei Aldir Blanc, redirecionada pela Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo.

“Iniciamos o ano de 2022 muito motivados com a ABL. Esse ano, apesar da continuidade da pandemia, esperamos que esse seminário seja a primeira demonstração do nosso trabalho junto à sociedade de Barreiras, Oeste da Bahia e em todo o nosso estado”, pontuou o professor Valney Rigonato.

Ele, que foi reeleito para presidir a entidade até o final de 2023, reafirmou o projeto de ampliar a ocupação dos espaços virtuais, em prol da literatura e da melhoria da educação, principalmente com o advento da pandemia, que impediu os encontros presenciais por muitos meses.

“Não podemos abrir fendas para o crescimento da ignorância. Afinal, a literatura sempre contribuiu para pensar a nossa nação, então, neste século XXI temos de avançar para uma literatura anticolonialista”, concluiu.

Literatura
Literatura
Literatura
Literatura
Literatura

Ascom ABL / Imagens: Divulgação

Fala Barreiras