Siga-nos

Literatura

Coletânea com poetas do Oeste terá evento virtual no sábado

Publicado

em

O lançamento virtual da Antologia Poética Bacia do Rio Grande, da Coleção Bardos Baianos, tem a expectativa de reunir no sábado (11) não só os 50 poetas da região que fazem parte da coletânea, como também poetas de outros territórios que participam do mesmo projeto da Cogito Editora.

O acesso se dará pelo canal da editora no YouTube, a partir das 19h, com a proposta de congregar os autores e o público que gosta de poesia e boa música em clima de sarau midiático.

Com diversidade de estilos, a coletânea conta com poetas e poetisas de Barreiras, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, São Desidério, Santa Rita de Cássia e Wanderley.

O lançamento presencial da obra aconteceu no dia 25 de maio, data de encerramento da Festa Literária Internacional de Barreiras (FLIB), congregando boa parte dos autores regionais no auditório da Academia Barreirense de Letras.

A entidade apoiou a produção da antologia desde seu lançamento, em fevereiro de 2020. “Esse projeto foi mais uma oportunidade de parceria e inserção dos colegas da ABL na literatura baiana”, destacou o presidente da instituição e coordenador territorial do Bardos Rio Grande, Valney Rigonato.

Ele salientou que a proposta “engajou muitos talentos de jovens autores da região e para nós foi também a chance de ampliar os diálogos literários com escritores e poetas além do grupo acadêmico”.

Castro Alves é o patrono deste sétimo lançamento do projeto Bardos Baianos, que tem na capa imagem da Cachoeira do Redondo, um cartão postal da região clicado pelo fotógrafo Rui Rezende. O prefácio é do jornalista Fernando Coelho e dedicatória para o professor Germano Machado.

Com projeto gráfico e editoração de Bruno Eustáquio, arte da capa de Paulo Brito e apresentação de Lancaster Monteiro Diniz, o livro teve articulação territorial de Fernanda Lucena (Barreiras) e Pedro Vinícius (Mansidão), poetas da nova geração regional.

A homenagem desta edição faz reverência à confreira, uma das fundadoras da ABL, Lélia Rocha, falecida em dezembro de 2017. O tributo é assinado por Adilma Vilela e conta com poesia de Clerbet Luiz.

CIRANDA LITERÁRIA – O projeto Bardos Baianos tem mais 20 antologias previstas e o oitavo lançamento será do Território Litoral Norte, em live no dia 09 de julho. No total a iniciativa atinge 1.350 autores de todas as regiões do estado e conta com a assessoria geral de Simone Soares.

De acordo com o idealizador e coordenador geral do projeto, Ivan de Almeida, “o Bardos Baianos deixou de ser um projeto editorial, para se tornar um grande movimento literário, tendo como marca a diversidade de autores e inclusão de novos poetas no cenário cultural baiano”.

Ele pontuou que o projeto promove “uma grande rede de contatos entre seus pares, seja da sua própria região e idade, seja de outros lugares do Estado, sem contar a oportunidade daqueles que não moram mais na sua cidade natal, de encontrarem, através da iniciativa, uma forma de se aproximar das suas origens”.

Para o editor, com oito livros editados, já totalizando 400 participantes, “podemos afirmar que a Coleção Bardos Baianos se consolida a cada nova publicação”, disse acrescentando que em breve todas as antologias estarão lançadas, “reforçando e fazendo acontecer esta grande ciranda literária”, concluiu.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras