Siga-nos

Barreiras

Quando as aulas presenciais serão retomadas? Secretária da Educação explica a situação de Barreiras

Cátia Alencar concedeu uma entrevista exclusiva ao Fala Barreiras para comentar sobre esse assunto…

Publicado

em

Aulas Presenciais

No início de fevereiro, a Prefeitura de Barreiras havia autorizado o retorno das aulas na modalidade híbrida, ou seja, com uma parte dos alunos com aulas presenciais e outra com aulas a distância, se assim os pais desejassem. Porém, depois a Prefeitura voltou atrás e publicou um novo decreto suspendendo as aulas presenciais.

A decisão gerou frustração e angústia nos pais, alunos e professores, que foram obrigados a retornar ao ensino remoto. Mas será que essa que esta situação se estenderá por muito tempo? Para responder essa e outras perguntas, a Secretaria de Educação de Barreiras, Cátia Alencar, concedeu uma entrevista exclusiva ao canal do Fala Barreiras no Youtube.

Por que as aulas presenciais foram suspensas novamente?

De acordo com Cátia Alencar, a Prefeitura de Barreiras se prepara para a retomada das aulas desde outubro de 2020. O tempo passou e somente neste ano foi possível definir a data para retomada das aulas presenciais. Inicialmente, as aulas presenciais deveriam retornar no dia 11 de janeiro. No entanto, em função dos índices da COVID-19 em Barreiras na época, essa data teve que ser adiada.

Depois disso, as taxas de ocupação de leitos clínicos em Barreiras começaram a cair e o município entrou numa fase de estabilidade. Segundo a Secretária de Educação, foi nesse momento que a Prefeitura elaborou um protocolo de retomada das aulas, que foi aprovado em todas as instâncias possíveis que a legislação preconiza e estabelece.

“A gente brigou para retomar, mesmo sem que o estado tivesse autorizado explicitamente que as escolas particulares e as escolas da rede estadual a retomarem as aulas”, completou Cátia Alencar.

No entanto, devido a uma recomendação do Ministério Público, que foi acatada pela Prefeitura de Barreiras, as aulas presenciais foram suspensas novamente.

“Retomamos as aulas no dia 15, com todas as escolas prontas(…) Nós estamos com a estrutura física das escolas, a sinalização, kits de EPI, de cuidados sanitários para as escolas, para alunos, professores, enfim, nós só recuamos da retomada das aulas devido a uma recomendação devido a uma recomendação do Ministério Público, que o Prefeito resolveu acatar. E logo na sequência também, veio uma liminar concedida ao sindicato suspendendo uma liminar que ainda está em vigor, suspendendo essas aulas”, explicou Cátia Alencar.

Quando as aulas presenciais serão retomadas?

Ainda de acordo com a Secretaria de Educação, ainda não há previsão de retorno. A Prefeitura entende o momento delicado pelo qual o estado está passando, com alta no número de casos e de taxa de ocupação de leitos. Além disso, a gestão municipal está agindo com mais cautela após a descoberta de novas variáveis do coronavírus na região.

“Nós resolvemos acatar as recomendações, estamos trabalhando de forma remota até uma segunda deliberação. Estamos vivendo um momento na Bahia, nós estamos vendo aí, as taxas de ocupação de leito estão em números alarmantes. Estamos entrando em colapso, principalmente na região metropolitana, região sudoeste, aqui em regiões vizinhas. Guanambi também, está com 100% de taxa de ocupação de leite. Agora, a gente pretende aguardar esse período de alta avassaladora da incidência do COVID-19”,

complementou Cátia Alencar

Alunos do 9º ano e do EJA devem concluir o ano letivo antecipadamente

A Secretaria da Educação ainda revelou que deve publicar uma portaria permitindo a antecipação da conclusão do ano letivo de 2020 para os alunos do 9º ano e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

O objetivo é que esses estudantes obtenham o certificado necessário para se matricularem nas Escolas Estaduais, cujo período de matrículas começa a partir do dia 15 de março. Sem a certificação, esses alunos não poderão ingressar no 1º ano do Ensino Médio.

Se os professores forem vacinados, as aulas presenciais retornam?

Cátia Alencar também comentou sobre a possiblidade dos professores obterem prioridade na vacinação contra COVID-19. De acordo com a Secretaria da Educação, eles se empenharam para solicitar, em todas as esferas possíveis, um pedido de inclusão dos profissionais da educação na lista de prioridade de vacinação.

No entanto, a vacinação contra COVID-19 tem acontecido num ritmo muito lento. Por isso, eles não estão contando com a disponibilidade dessas vacinas para retomarem as aulas presenciais.

“Se nós formos depender de vacinação nós só vamos voltar às aulas presenciais lá para julho ou agosto, o que já altamente prejudicial para o desempenho dos alunos (…) Nós temos hoje idosos, na faixa de 85 anos, 80 anos, que não foram vacinados ainda. Então as perspectivas de vacinar o professor não é à curto prazo”, completou Cátia Alencar.

Diante desse cenário, a Secretaria da Educação trabalha com a possibilidade de retorno das atividades de forma híbrida, mas somente após a redução dos índices da COVID-19 no Estado.

“A gente tem que buscar trabalhar de forma híbrida, mesclando atividades remotas e presenciais quando a pandemia permitir o retorno. A gente espera que os índices na Bahia comecem a melhorar e que a gente possa rever essa recomendação do Ministério Público de suspensão de aulas presenciais”, declarou a Secretária.

Durante a entrevista, Cátia Alencar também comentou sobre a abertura de um novo processo seletivo para a contratação de professores e servidores de educação em Barreiras.

Para conferir a entrevista na íntegra, assista ao vídeo abaixo.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 01
Falabarreiras Notícias 02
Falabarreiras Notícias 20
Falabarreiras Notícias 42
Falabarreiras Empregos 01
Falabarreiras Empregos 15
Falabarreiras Empregos 16

Barreiras Notícias - Fala Barreiras