Siga-nos

Barreiras

Embasa e Instituto Caturama mobilizam barreirenses para o descarte correto do óleo de cozinha usado

Ao final da ação, um ponto fixo de coleta foi disponibilizado na área de administração da feira livre…

Publicado

em

Óleo de Cozinha Usado

Na última sexta-feira (1º) pela manhã, representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e do Instituto Caturama de Sustentabilidade estiveram na feira livre, no Centro de Barreiras, para sensibilizar a população sobre o descarte correto do óleo de cozinha usado no preparo de frituras e alimentos. As entidades mobilizaram feirantes, visitantes e quem passava pelo local, com a entrega de material educativo com foco no descarte correto do óleo, evitando que seja indevidamente despejado na rede de esgotamento sanitário. Ao final da ação, um ponto de coleta fixo foi instalado na administração da feira, sendo disponibilizado para que a população em geral possa entregar o óleo usado, posteriormente destinado para a produção de sabão artesanal.

Óleo de Cozinha Usado

Os mobilizadores também percorreram a área para entrega de material educativo em restaurantes, lanchonetes e quiosques de venda de lanches. A feirante Patrícia dos Santos Silva, moradora do bairro Serra do Mimo, diz que este tipo de ação é importante para mais gente começar a guardar o óleo de cozinha. “Eu comecei há cerca de um ano a produzir sabão para ajudar a reduzir os custos, mas sabendo que polui a água é mais um fator de incentivo”, afirma ela, que vende frutas e verduras na feira. Para o administrador da feira livre, Ademário Teixeira da Silva, a ação só vai ajudar a evitar que a rede interna de esgoto dentro da feira seja obstruída. “Muitas vezes, não chega a ir para a rede da Embasa, entupindo aqui dentro, causando os transtornos para os feirantes. Então, o fato de falar diretamente com os feirantes sobre os riscos de jogar óleo na rede é de fundamental importância”

, afirma.

O presidente do Instituto Caturama de Sustentabilidade, Franco Porto, reforça que o projeto vem garantindo coleta de uma média de 300 a 500 litros de óleo por mês. “Desde o início do projeto, no ano passado, estabelecemos uma rede de voluntários como restaurantes, bares e locais onde há produção de óleo de fritura. Com a parceria da Embasa, a ideia é chegar em mais pessoas, evitando a poluição do meio ambiente e gerando renda com o óleo que seria descartado na rede de esgoto”, afirma. O gerente da área de esgotamento sanitário da Embasa, Vagner Pereira, afirma que a empresa vem trabalhando para garantir a melhor operação, mas que depende também do apoio da população. “Este tipo de mobilização é o que vai permitir que, aos poucos, tenhamos um melhor uso da rede, evitando o descarte irregular de óleo, que causa transtornos com o extravasamento do esgoto na via pública, além de contaminar os recursos hídricos”, afirma.

Óleo de Cozinha Usado

Assessoria de Comunicação da Embasa Unidade Regional de Barreiras (UNB)

Fala Barreiras