Siga-nos

Barreiras

BARREIRAS:
“Precisamos que o TJ seja avaliado de verdade e não com números vazios”, diz pré-candidata à presidência da OAB-BA

Em entrevista à Oeste FM, Daniela disse que o que se tem hoje são falsos indicadores de movimentações nos processos que não representam prestação jurisdicional e são computadas como produtividade…

Publicado

em

Daniela Borges

A advogada Daniela Borges, pré-candidata à presidência da OAB da Bahia, fez críticas à falta de produtividade do Poder Judiciário no Estado. Segundo ela, as avaliações referentes ao desempenho do Tribunal de Justiça não correspondem à realidade. “A gente precisa de fato fazer com que o Tribunal de Justiça seja avaliado de verdade, e não apenas com números vazios”, afirmou em entrevista à Rádio Oeste FM, em Barreiras, nesta terça-feira (5).

Daniela disse que o que se tem hoje são falsos indicadores de movimentações nos processos que não representam prestação jurisdicional e são computadas como produtividade. “Nossa prioridade absoluta é garantir o funcionamento adequado do poder Judiciário. Vamos fazer essa busca de forma incansável”, pontuou, acrescentando que uma Justiça eficiente não é apenas um pleito da advocacia, mas de toda a sociedade.

Os problemas enfrentados junto ao Poder Judiciário são tratados como prioridades pela pré-candidata à presidência da OAB da Bahia. Durante a entrevista, ela reiterou que advogadas e advogados querem viver dignamente de sua profissão e, para isso, dependem de uma Justiça que faça os processos andarem. Ela lembrou que, por esforço da OAB-BA, o Tribunal de Justiça realizou a nomeação de 98 juízes, mas, ainda assim, o estado enfrenta um déficit na magistratura. “O problema estrutural envolve a falta de juízes e também de servidores”, acrescentou.

Parte dessas nomeações de juízes atendeu a região oeste, como observou a pré-candidata à presidente da subseção da OAB em Barreiras, Bárbara Mariani

. “A subseção, que tem sede em Barreiras, abrange 13 cidades e conhecemos as realidades. Sabemos das dificuldades, que são intermináveis. E o Poder Judiciário tem esse problema estrutural que afeta a nossa atividade”, pontuou.

Dentro do papel institucional da OAB, Daniela reforçou que o desafio é fazer cada vez mais para que a advocacia baiana seja fortalecida e, sobretudo, respeitada. “Nosso compromisso é fazer cada vez mais na capital e no interior, atendendo a todos os segmentos que precisam de uma OAB forte e presente”, destacou a pré-candidata.

Daniela Borges está em Barreiras onde participa do lançamento da pré-candidatura de Bárbara Mariani à presidência da subseção local, e também da pré-candidata à vice-presidência, Elza Victor. O evento acontece na noite desta terça e contará também com a participação da pré-candidata à vice-presidência da OAB da Bahia, Christianne Gurgel. As eleições na seccional acontecem no dia 24 de novembro.

Carlos Baumgarten

Barreiras Notícias - Fala Barreiras