Siga-nos

Barreiras

Barreiras fora da Lista das Cidades Mais Violentas do Brasil

Barreiras celebra ao não aparecer no Atlas da Violência 2024 do Ipea, destacando-se positivamente no cenário nacional

Publicado

em

Barreiras fora da Lista das Cidades Mais Violentas do Brasil

Barreiras celebra conquista ao não aparecer no Atlas da Violência 2024, destacando-se no cenário nacional | Foto: Dircom PMB

Barreiras fora do Atlas da Violência 2024

Notícias de Barreiras: A cidade de Barreiras, localizada no Oeste da Bahia, celebra mais uma conquista significativa ao não aparecer no Atlas da Violência, divulgado anualmente pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Este relatório, elaborado em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), apresenta um panorama atualizado dos dados de violência no Brasil.

Detalhes do Atlas da Violência

O Atlas da Violência 2024 destaca a taxa de homicídios estimada por 100 mil habitantes nos municípios brasileiros em 2022. O estado da Bahia lidera com a maior taxa de homicídios do país, sendo que as cinco cidades mais violentas estão localizadas no estado. No entanto, Barreiras não está incluída nessa lista, o que representa uma conquista para o município.

VEJA AQUI, OUTRAS NOTÍCIAS DE BARREIRAS!

Análise dos Dados

O Mapa da Violência retrata a situação da violência no Brasil utilizando dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde. Em 2022, havia 319 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes, segundo o censo de 2022. As taxas de homicídio variaram de 2,2 a 94,1, com uma média de 26,2. A mediana foi de 22,3%, indicando que poucas cidades com altas taxas de homicídios elevaram a média. De fato, 33 municípios apresentaram taxas acima de 49 mortes por 100 mil habitantes, o dobro da média nacional.

Sobre o Ipea
O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) é uma fundação pública vinculada ao Ministério do Planejamento e Orçamento. O Ipea oferece suporte técnico e institucional às ações governamentais, possibilitando a formulação de políticas públicas e programas de desenvolvimento, e disponibiliza para a sociedade pesquisas e estudos realizados por seus técnicos.

Barreiras se destaca positivamente ao não figurar entre as cidades mais violentas do Brasil, segundo o Atlas da Violência 2024, reafirmando seu compromisso com a segurança pública e a qualidade de vida de seus habitantes.

Falabarreiras, notícia é pra sempre!