Siga-nos

Barreiras

Barreiras: CGJ implanta ferramenta botão do pânico na 3ª Comarca baiana

Dispositivo consiste em um recurso tecnológico conectado à tornozeleira do acusado. Quando este se aproxima da vítima, uma chamada é acionada na polícia

Publicado

em

Com informações: Ascom TJ-BA

Barreiras é a terceira Comarca do Estado a adotar o sistema do botão do pânico para aumentar a proteção da mulher vítima de violência doméstica. Nessa terça-feira (13), no Salão do Júri do Fórum de Barreiras, a Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Lisbete Maria Teixeira Almeida Cezar Santos, promoveu uma reunião solene para implantar a ferramenta na Comarca.

O botão do pânico consiste em um recurso tecnológico conectado à tornozeleira do acusado. Quando este se aproxima da vítima, uma chamada é acionada na polícia. Representa, assim, mais um avanço na luta contra a violência doméstica. As Comarcas de Juazeiro e Vitória da Conquista já utilizam esse dispositivo.

O uso do equipamento, além de gerar economia para o Estado e contribuir com a redução da superlotação nos presídios, ajuda no restabelecimento dos vínculos familiares e no processo de ressocialização do detento. Durante o dia, o monitorado pode trabalhar e à noite, nos finais de semana e feriados, pode ficar em sua residência, em vez de retornar para o Conjunto Penal. A tornozeleira envia as informações do usuário para a Central de Monitoramento que acompanha todos os deslocamentos.

Visited 1 times, 1 visit(s) today
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *